O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) tem vindo a implementar “várias medidas de prevenção” com o objetivo de “garantir a segurança dos utentes, acompanhantes, profissionais de saúde e de toda a comunidade” ao cumprir o que “estava previsto no Plano de Contingência aprovado para lidar com a pandemia COVID-19”.
“As medidas vão desde a aplicação de uma política restritiva no acesso às instalações do CHEDV, até ao adiamento de toda a atividade clínica não urgente, nomeadamente cirurgias, meios complementares de diagnóstico e terapêutica, consultas externas e sessões de hospital de dia”, informou o gabinete de comunicação do centro hospitalar em comunicado enviado ao labor.
Ao mesmo tempo, “todos os atos que são urgentes, graves ou críticos estão a ser garantidos”, “estão a ser privilegiadas as consultas não presenciais (consulta através de contacto telefónico), sempre que tal for clinicamente adequado” e têm sido “contactados diretamente os utentes” cujas cirurgias estão a ser adiadas.
Contudo, “relativamente à restante atividade assistencial não urgente, dado o número de recursos existentes, não está a ser possível avisar pessoalmente todos os utentes no sentido de não se dirigirem ao hospital”, assumiu o centro hospitalar, apelando à difusão desta informação através dos meios de comunicação social.
Os doentes que tenham dúvidas poderão contactar o CHEDV através do telefone 256379700 ou via e-mail para: consulta@chedv.min-saude.pt.

Linha de Apoio a grávidas

Desde ontem, dia 18 de março, que o Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do CHEDV disponibiliza uma Linha de Apoio à grávida, que estará disponível das 8h00 às 22h00, durante os sete dias da semana.
Esta linha de apoio está disponível através do contacto 967 128 697 e do email apoiogravidas.covid19@chedv.min-saude.pt.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here