Com os atendimentos a serem feitos através do postigo desde o passado fim de semana, mediante recomendação do Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, as farmácias de S. João da Madeira (SJM) não têm tido mãos a medir, registando, pelo menos, o dobro do afluxo de clientes nestes últimos dias. E tudo por causa do Covid-19.

O que se tem assistido na cidade não foge muito ao que se passa no resto do país. Formam-se filas à entrada para se comprar máscaras, luvas, gel desinfetante, antipiréticos e, claro, medicação para as doenças crónicas.  Há pessoas conscientes que “levam só o que precisam”, que é como quem diz o estritamente necessário. Mas há também aqueles que, à semelhança dos supermercados, “tentam açambarcar” tudo o que podem. Chegam ao ponto de, por exemplo, em vez de uma caixa de “Ben-u-ron” levarem – imagine-se! – quatro.

Havia uma farmácia que aquando do contacto do labor, na passada segunda-feira, já não tinha Ben-u-ron” e cujo stock de termómetros tinha esgotado. E havia outras que disseram estar a viver “dias caóticos”. “Nunca esperei estar a viver isto na minha vida”, desabafou uma farmacêutica da Farmácia Laranjeira, referindo-se ao facto de “ter de atender os clientes com luvas e máscaras”. “É angustiante atender [também] as pessoas por um vidro”, concluiu o desabafo.

Outro aspeto a reter, depois desta “ronda” feita à distância pelo nosso jornal, é a “despreocupação” da população local face aos riscos que correm, que os farmacêuticos têm sentido, não só quando fazem os atendimentos, mas também no exterior das farmácias. “As pessoas não têm noção do risco de contágio. Continuamos a ver pessoas, aqui à frente da farmácia, a cumprimentarem-se com um ‘passou-bem’ e palmadinhas nas costas. Só lhes falta dar beijinhos e abraços”, contou ao labor um farmacêutico da Farmácia Praça.

Neste período de “guerra aberta” ao Covid-19, houve farmácias sanjoanenses que alteraram o seu horário de funcionamento, como foi o caso da Laranjeira, e outras que o mantiveram (ver caixa).

Horários de funcionamento

Farmácia Lamar: 10h00 – 18h00

Farmácia Praça: 8h30 – 13h00 e 14h00 – 19h30 (de segunda a sexta-feira) e 9h00 – 13h00 (sábado)

Farmácia Laranjeira: 9h00 – 18h00 (de segunda a sexta-feira) e 9h00 – 13h00 (sábado)

Farmácia Central: 8h30 – 19h30

Farmácia Estação: 9h00 – 22h00

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui