Governo avalia “potencialidades” do setor do calçado no combate à Covid-19

0
43

Objetivo passa pela produção de equipamentos e dispositivos médicos e de segurança 

 

Com Portugal prestes a entrar na fase crítica da pandemia e sabendo que há empresas que já substituíram o fabrico de calçado pela produção de máscaras e viseiras, o Governo, através do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, contactou esta semana a APICCAPS – Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e seus Sucedâneos. Com este contacto, a tutela pretende “identificar as potencialidades do setor para produzir materiais ou equipamentos de proteção individual e de segurança ou dispositivos médicos (calçado, luvas, máscaras, viseiras, etc.) que, cumprindo as normas técnicas – ainda que não sejam certificados – possam ajudar o país e, em particular o Serviço Nacional de Saúde neste momento de emergência nacional.
Na sequência, a APICCAPS procurou saber junto dos seus associados a disponibilidade para a dita produção, a capacidade de produção diária, entre outros aspetos, garantindo que “o Centro Tecnológico do Calçado de Portugal está disponível para o aconselhamento técnico das empresas”.
Note-se que, segundo a Direção-Geral da Saúde, o pico da COVID-19 deverá ocorrer em meados de maio.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here