Mensagem de Páscoa – 2020

0
4789

Aproximamo-nos da grande festa do ano cristão, a Páscoa.
Ela foi precedida pela quaresma: quarenta dias de preparação em caminhada para a Páscoa.
A sua duração evoca os quarenta dias do dilúvio, os quarenta anos do povo saído do Egito e a caminho da terra prometida, os quarenta dias de Elias no deserto, os quarenta dias de jejum e conversão da cidade de Nínive, os quarenta dias de Jesus no deserto; enfim, uma quarentena a proporcionarmos uma preparação fecunda e consistente. Jesus guia-nos. É na Páscoa que todos renascemos.
Renascer é então acolher a vida nova de Cristo ressuscitado, vencendo aquilo que em nós é o homem velho. Os domingos desta quaresma ajudaram-nos no caminho do renascimento feito por etapas: renunciar, revestir, renovar, reconhecer, reviver… para reinar.
Vamos percorrer esta semana com a cruz. Uma cruz que está já presente na ceia de Jesus com os seus discípulos. Jesus, naquela refeição, antecipa a entrega da sua vida. ”Este é o meu corpo entregue por vós… este é o meu sangue derramado por vós e por todos.” Na quinta-feira santa ficaremos mais conscientes porque é que a eucaristia é tão importante para nós e porque nos tem feito tanta falta em todos estes domingos. Quinta-feira é o dia de agradecer o sacramento da eucaristia e renovar a nossa vida eucarística. Porque não adornar a cruz com espigas de trigo ou folhas ou ramos de videira, já que o pão e o vinho são os dons que se transformam em corpo e sangue de Jesus?
Sexta-feira é um dia de muita intensidade para todos nós cristãos. Jesus entrega-se na cruz, para nos dar a sua vida. Por amor. Para nossa salvação. Nada melhor do que O acompanhar nestes passos tão fecundos. “Se o grão de trigo lançado à terra não morrer, não dará fruto, mas se morrer, dará muito fruto.” Colocai um pano vermelho na cruz e, à noite, uma vela, acompanhando a Via Sacra.
E o tempo esgota-se. No silêncio e na esperança, todos nós aguardamos a boa nova da ressurreição, que será celebrada na mais intensa alegria. Jesus ressuscitou! A morte foi vencida! A cruz floresce de vida! E enche a nossa casa, a nossa família, como a mais bela primavera!

Vai florir o deserto
Que acolhe quem quer aprender a renunciar.
Vai florir o monte,
Onde a glória da ressurreição iluminou os discípulos.
Vai florir o poço,
Porque a nascente jorra água de vida eterna.
Vão florir os meus olhos
Tocados pela tua luz libertadora.
Vão florir os túmulos
E deles sairão os Lázaros já enfaixados.
Vai florir o caminho para o Calvário
Porque a cruz é grão de trigo em terra sedenta.
Vai florir o cenáculo
Porque a mesa sustenta o mais santo dos alimentos.
Vai florir o Golgotá
Porque é sustento e porta para a fé de muitos.
Vai florir o jardim e a sepultura que te acolhe
E o bálsamo se converte em perfume inebriante.
Vai florir em cada casa
Porque Tu entras e vences o nosso medo.
Vai florir a nossa vida:
Em Ti todos renascemos!

Amigos sanjoanenses, estamos prestes a experienciar uma Páscoa diferente. Mas sempre crente! As nossas casas serão o mais belo santuário. A nossa família a mais sagrada das igrejas. A nossa alegria será a mais verdadeira, porque abrimos de par em par as portas ao Ressuscitado.
Com grande saudade, deixo às nossas crianças, aos nossos jovens, aos nossos adultos e idosos, uma palavra de muita comunhão, na certeza de rezar por todos e no desejo de que tudo se ultrapasse para bem de todos; para que nos possamos reunir de novo e cantar o mais belo hino à vida, n’Aquele que nos criou e nos salvou.
Uma santa Páscoa!

Padre Álvaro Rocha

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here