Numa altura em que “vivemos uma situação de emergência”, “as questões de saúde pública devem ser assumidas como absolutamente prioritárias do ponto de vista financeiro”, afirmou o presidente da câmara, Jorge Sequeira, anunciando que as necessidades que possam vir a ser sentidas estão a ser “perspetivadas até ao fim do ano” e que “a equipa da proteção civil está a planear as necessidades de equipamentos de proteção individual” que serão distribuídos pelas associações, funcionários da câmara, coletividades, instituições de saúde e pela população que necessitar dos mesmos seguindo os critérios da Direção-geral da Saúde.

Tal como o primeiro-ministro e as autoridades de saúde têm dito: “o problema só se resolve com uma vacina, um medicamento que cure e a imunidade”. Como “nenhuma vai verificar-se a curto prazo”, “temos de fazer o planeamento de compra dos equipamentos de proteção individual”, alertou Jorge Sequeira, à margem da apresentação do novo Balcão Virtual, realizada esta terça-feira, no Fórum Municipal.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here