Enfim, uma boa notícia: arrancam as obras na Praça Luís Ribeiro

0
59

No meio da pandemia, eis que surge uma boa notícia: a empreitada de requalificação da Praça Luís Ribeiro lançada pela Câmara Municipal de S. João da Madeira arrancou na semana passada com trabalhos preparatórios. Esta obra, que aproveita fundos comunitários para revitalizar o degradado coração da nossa cidade, não poderia surgir em melhor época. Desde logo, porque vai coincidir com um período de maior confinamento social e, ao mesmo tempo, porque representa para todos os sanjoanenses um sinal de esperança no futuro, quase como uma luz ao fundo do túnel.

Depois de um processo de elaboração do projeto amplamente participado e transparente, avança agora a intervenção que assenta num conceito minimalista, funcional e esteticamente apelativo, priorizando a mobilidade pedonal e preparando o local para acolher a realização de grandes eventos que vão dinamizar a atividade socioeconómica da Praça.

A instalação de um “jogo de água e de luz”, onde outrora existiu o elemento arquitetónico de homenagem à história industrial da cidade, constitui-se como um novo elemento inovador, dinamizador e cosmopolita. Mas outro dos pontos fortes deste projeto é que prevê, também, o reforço das zonas verdes, com a criação de corredores de jardim e de um alinhamento de árvores em semicírculo junto ao Parque América. Já a estrutura metálica por cima das esplanadas dos cafés será removida para dar lugar à renovação e uniformização do mobiliário urbano.

Sensível à questão do estacionamento, para além dos parques subterrâneos já existentes na área de influência da Praça e que necessitam de maior dinamização – junto ao Tribunal e em frente ao Mercado -, a câmara municipal está a trabalhar na criação e concessão de um novo parque de estacionamento com capacidade para 90 viaturas num terreno ermo entre as ruas Padre Oliveira e Júlio Dinis, aproveitando também para cuidar desta ferida urbana na paisagem do centro da cidade.

Aliás, este é precisamente o espelho do legado da gestão autárquica do PSD. Ao longo da década e meia em que governaram a cidade, realizaram na Praça várias operações de cosmética, desgarradas e sem estratégia – a não ser a eleitoralista. Foram gastos milhões de euros que nunca resolveram as reais problemáticas económicas e sociais do nosso centro cívico e, com o passar dos anos, só o tornaram cada vez mais cinzento, desagradável e entediante. Exemplo disso, é a demolição apressada do monumento arquitetónico representativo do passado industrial da nossa terra, que deixou mais uma ferida aberta no coração da cidade e que, cabalmente, denuncia a inabilidade e incapacidade do PSD para resolver este assunto.

Agora em minoria na oposição, o mesmo PSD – com os mesmos intervenientes – tenta criar subterfúgios às suas responsabilidades através da instrumentalização de falsas celeumas e divisões, objetivando de forma consciente propostas que só prejudicariam o desenvolvimento da cidade e que poderiam colocar em risco o financiamento comunitário desta empreitada. Assim, este PSD volta a demonstrar que tem um único objetivo: atacar e ser contra a câmara municipal e o PS, custe o que custar.

Felizmente para S. João da Madeira, esta obra vai mesmo avançar, pois independentemente da sensibilidade urbanística e da preferência político-partidária de cada um, é evidente o caminho que deve ser seguido: tornar a Praça num local mais verde, aprazível, familiar e moderna, criando condições, através do investimento público, para atrair mais investimento privado e, assim, atividade económica e pessoas.

Este é, sem dúvida, um ponto de partida para um processo de mudança de paradigma que permite contrariar o abandono a que a Praça esteve sujeita, representando mais um marco no desenvolvimento económico, social e cultural da nossa cidade.

Se tudo correr bem, daqui a pouco mais de um ano a cidade terá uma nova Praça e, todos juntos, ultrapassada a pandemia, vamos à festa de arromba da inauguração!

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here