“O Parque está muito melhor do que há três anos”, defendeu o líder da câmara, não obstante também admitir que “temos pendente uma revitalização”, que é como quem diz o estudo de viabilidade do Parque de Nossa Senhora dos Milagres proposto pela coligação PSD/CDS-PP e aprovado em reunião de câmara há mais de 20 meses.

No passado dia 29, Jorge Sequeira agradeceu “todos os alertas” acerca daquele espaço verde feitos por Paulo Barreira, o mesmo membro da coligação que o lembrou que o dito estudo continua sem sair do papel e que na última Assembleia de Freguesia tinha ouvido a presidente da junta de freguesia (JF), Helena Couto, dizer que ela e o chefe do executivo municipal tinham “opiniões diferentes” quanto ao Parque dos Milagres. Segundo Paulo Barreira, o combate à Covid-19 não pode servir de desculpa para tudo, sendo que, na sua ótica, o Município deve tratar de “colocar o parque num patamar diferente do que já está”.

Para Jorge Sequeira, o facto de ele e de Helena Couto terem “opiniões” ou “visões diferentes” sobre o Parque “não tem drama nenhum”. “É a liberdade e a democracia a funcionarem”, disse o edil, recordando ainda o protocolo de gestão partilhada do Parque assinado entre o Município e a JF que passou para o primeiro a “globalidade da manutenção” do espaço verde, “porque efetivamente a junta não tinha meios” para o fazer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...