Terá como grandes desafios as próximas eleições autárquicas e a resposta à crise económica e social provocada pela pandemia

O sanjoanense Jorge Sequeira foi reeleito para o segundo mandato de dois anos na liderança da Federação Distrital de Aveiro do Partido Socialista (PS), depois de ter sucedido, em março de 2018, a um outro sanjoanense, Pedro Nuno Santos, atual ministro das Infraestruturas e da Habitação, que liderou esta mesma estrutura nos três mandatos anteriores.

Desta vez, Jorge Sequeira foi o único candidato a ir a votos, com o mote “Por Aveiro, avançamos juntos!”, depois de ter como opositor Pedro Vaz no anterior ato eleitoral.

“Em S. João da Madeira a afluência às urnas foi superior a 50% dos militantes inscritos nos cadernos eleitorais e 97% dos votantes confiaram na continuidade do líder, num ato eleitoral que esteve inicialmente agendado para o início de março, mas que foi adiado (para sexta-feira passada), devido às restrições impostas pelas medidas de mitigação da pandemia”, informou o PS local em comunicado enviado pelo seu gabinete de comunicação à nossa redação.

DR

Os “grandes desafios” de Jorge Sequeira serão “preparar o partido para as eleições autárquicas e responder à crise económica e social provocada pela Covid-19”, adiantou o próprio em declarações ao labor.

Para o líder da concelhia socialista, Rodolfo Andrade, esta reeleição “é fruto do trabalho do PS a nível nacional, mas é, sem dúvida alguma, resultante do trabalho de coordenação e de definição estratégica da Federação Distrital liderada por Jorge Sequeira” que “é um líder muito ativo, que transmite confiança e serenidade e que estuda e domina profundamente todos os assuntos”.

Para além de ser presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, Jorge Sequeira também é presidente da Associação de Municípios das Terras de Santa Maria.

S. João da Madeira leva 16 delegados ao Congresso

Neste ato eleitoral foram ainda eleitos os sete delegados ao Congresso Distrital, que se vai realizar a 12 de setembro, tendo sido apresentada uma única lista por Rodolfo Andrade que tinha como cabeça de lista Paulo Silva, que é o atual presidente da Assembleia de Freguesia sanjoanense. A restante lista é composta por Rita Pereira, José Fonseca, António Cunha, Sandra Oliveira, Amadeu Amorim e Anabela Costa.

Ao todo serão 16 os delegados sanjoanenses que estarão presentes no Congresso, sendo nove deles inerentes. Com direito a voto estarão Jorge Sequeira (presidente da Federação eleito), Rodolfo Andrade (presidente da concelhia do PS de S. João da Madeira), Leonardo Silva Martins (representante da JS na Comissão Política da Federação e membro de órgãos nacionais do PS) e José Nuno Vieira (secretariado da Federação). Já sem direito a voto estarão Pedro Nuno Santos (membro do Governo e de órgãos nacionais do PS), Maria Fátima Silva (coordenadora concelhia das Mulheres Socialistas – ID), João Carlos Silva, Norlinda Lima e Marisa Brandão (todos membros de órgãos federativos cessantes).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...