Bebedouros nas ruas

0
26

Tem sede? Então beba água pública gratuita de um bebedouro e esqueça os refrigerantes. Faz bem à saúde e à carteira. Mas, para poder ser concretizável, a rede de bebedouros do país tem de crescer muito e disseminar-se pelas ruas das cidades, escolas e equipamentos de grande afluência.

A verdade é que a presença de bebedouros nas ruas, e até em equipamentos públicos, ainda é escassa, apesar da boa qualidade da água fornecida pelas redes públicas. Encontram-se pontualmente, em jardins e em zonas dedicadas a lazer. Porém, nas ruas das cidades sobram alguns fontanários, quase sempre a brotar água imprópria para consumo.

A água devia ser o centro da nossa alimentação, mas, em muitos locais públicos, não há espaços para beber água gratuitamente. Nos últimos anos, Portugal continua a ter prevalência elevada de obesidade. Um dos contribuintes para o aparecimento da obesidade é a substituição da água por bebidas tendencialmente açucaradas com pouco valor nutricional. Disponibilizar água gratuita é decisiva neste combate (obesidade).

Daí deixar o apelo aos responsáveis por serviços públicos ou de utilização pública, os autarcas, em particular os do meu concelho, S. João da Madeira, enquanto gestores do território das cidades, para que alarguem a rede de bebedouros. Uma medida que faz bem à saúde e ao ambiente. Quando bebemos água de um bebedouro não temos de comprar uma garrafa de plástico que tende ser nociva para o meio ambiente. É de advertir que o consumo de água é benéfico para toda a população, embora destaque os idosos por serem um “grupo que se desabituou de beber água”. Essa situação “é um fator enorme de risco para a saúde” dos mais velhos.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here