O estado de algumas luminárias – partidas ou avariadas – na Rua Manuel Luís da Costa, perto da escola 1 e antiga 2, foi apresentado por Pedro Gual, deputado da coligação PSD/CDS-PP, no seguimento de uma análise sobre a posição dos partidos que representa em relação à eficiência energética na iluminação pública.

Pedro Gual relembrou que a coligação PSD/CDS-PP “já tinha dado início” a esta matéria em mandato anterior e que neste novo mandato, em que deixou de ter a liderança da câmara municipal, assumiu como posição “reforçar” a aposta na eficiência energética, através de uma empresa privada, em que o sistema led seria implementado em 100% da cidade e com telegestão, o que geraria uma poupança de “70 mil euros por ano”.

Relembramos que a coligação votou contra a proposta do executivo socialista que passa pela colocação de iluminação led em quase 50% da cidade nesta primeira fase, passando a todo território numa fase seguinte. “A experiência do executivo socialista é uma experiência que não serve para os sanjoanenses”, considerou Gual.

O presidente da câmara considerou “ser muito fácil” para a oposição apresentar fotografias de algumas luminárias partidas ou avariadas entre os milhares que existem na cidade, ponderando ele próprio apresentar imagens das restantes que se encontram em bom estado e a funcionar bem.

Ao longo da sua intervenção, Jorge Sequeira fez valer a aposta da câmara em colocar leds nas ruas numa primeira fase, que já está concluída, e em parques e em áreas residenciais numa segunda fase, que está agora em execução. Ambas as intervenções foram e estão a ser feitas com recurso a capitais próprios, a opção que a câmara considera ser a mais vantajosa, depois de analisar as conclusões do estudo sobre esta e a opção com recurso a uma entidade privada.

“Em seis meses poupámos 70 mil euros”, deu a conhecer o autarca, comparando que este é o valor que seria poupado num ano pela proposta da Coligação PSD/CDS-PP. Entretanto, “já temos a Energaia a fazer projeto para toda a cidade”, acrescentou, criticando de seguida a oposição. “Em 16 anos (de governação PSD e coligação PSD/CDS-PP) quem colocou leds foi a EDP e em quantidades ridículas”, incitou Sequeira, afirmando que quando os socialistas tomaram posse “não havia nada a não ser intenções” do executivo anterior, a coligação PSD/CDS-PP, em relação à eficiência energética na iluminação pública. Por isso, “em dois anos fizemos mais do que (o PSD e o CDS) em 16 anos”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...