DR

Se recebeu uma comunicação desta polícia sobre uma queixa eletrónica, tenha cuidado porque trata-se de um esquema de furto de dados pessoais

 

A Polícia de Segurança Pública (PSP) teve conhecimento, por intermédio de diversos cidadãos, da circulação de comunicações via email, aparentemente provenientes desta força de segurança, com convocatórias de presença e /ou a solicitar informação sobre supostas queixas apresentadas pelos destinatários.

Por essa razão, “conforme já amplamente divulgado em ocasiões anteriores, a PSP reitera não recorrer a comunicações contendo links, pelo que é alheia a estas comunicações”, apelando às pessoas que tenham recebido ou venham a receber esta comunicação para que “não utilizem nenhum dos links que ali constam por se tratar de um esquema de furto de dados pessoais”.

A polícia reforça que “os cidadãos devem ter atenção ao conteúdo das comunicações eletrónicas que recebem, ainda que aparentemente possam ser enviadas pela PSP, porquanto há traços que permitem desde logo duvidar da proveniência da comunicação” como “o emissor não pertencer ao domínio @psp.pt, utilização de linguagem com erros gramaticais e de sintaxe e o propósito da comunicação pouco claro”.

Quem receber este tipo de comunicação deve simplesmente enviar a comunicação fraudulenta, como anexo, para o email contacto@psp.pt e eliminá-la da caixa de entrada. Em comunicado enviado ao labor, a PSP agradece “a todos os cidadãos que, tendo recebido comunicações em nome da PSP que suspeitam ser fraudulentas, prontamente nos deram conhecimento, permitindo que de imediato desencadeássemos a respetiva investigação”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here