A “meia passadeira”

DF

Depois de passarmos a passadeira sobrelevada junto à Escola dos Ribeiros, na Rua dos Ribeiros, reparamos que um pouco acima existe apenas metade de uma passadeira, tendo a outra metade sido apagada. Mais do que saber se nessa metade a pintura desapareceu fruto do desgaste provocado pelo tempo ou intencionalmente, através de ação humana, o que é realmente importante é perceber qual a razão que levou a que deixassem a outra metade da pintura na rua, podendo provocar confusão e problemas entre peão e condutor. A quem de direito pedimos que ponha mão a isto, ou seja, que apague a outra metade da passadeira.

 

Beata no chão igual a multa

DF

Ao longo da Rua Oliveira Júnior reparámos em duas, mas certamente que poderão existir muitas mais beatas no chão.

A lei que entrou em vigor a 3 de setembro deste ano determina uma multa de 25 a 250 euros por descarte de beatas para o chão e de 250 a 1.500 euros para os estabelecimentos que não disponibilizem cinzeiros ou não limparem os resíduos deixados pelos fumadores. A todos é pedido que ponham mão a isto, ou seja, que coloquem as beatas no lixo e não no chão.

Os leitores também podem dar o seu contributo para esta nova rubrica do labor ao enviarem as informações e fotografias para o email alguempoemaoaisto@labor.pt.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here