Madeira Andebol SAD, 31 – AD Sanjoanense/Delba, 24

Jogo na Escola Bartolomeu Perestrelo, Funchal.

Árbitros: Fernando Costa e Diogo Teixeira.

Madeira Andebol SAD: João Freitas, João Martins, João Nobrega, Daniel Santos (1), Martim Ferraz, Radule Radulovic, Nuno Silva (2), Igor Martins (1), Elias António (6), Nuno Reis (2), João Miranda (4), Elledy Semedo (6), Pedro Peneda (4), João Gomes (1), Eldin Vrazalica (4), Hugo Freitas.

Treinador: Paulo Fidalgo.

AD Sanjoanense/Delba: Guilherme Novo, Francisco Silva (1), Miguel Cortinhas (3), Lourenço Santos (5), Danilo Sousa (1), Lucas Santana, Bruno Castro (3), Tiago Antunes (1), Bruno Pinho, David Ferreira, Jefferson Bastos (2), Anderson Silva, Vinícios Carvalho (6), Ricardo Pinho (2).

Treinador: Nuno Silva.

Ao intervalo: 14-12.

À quarta jornada a Sanjoanense continua sem vencer. Na deslocação ao Funchal, para defrontar a forte formação do Madeira SAD, os homens de Nuno Silva não conseguiram contrariar o favoritismo e a maior experiência dos locais, que entraram forte na partida, adiantando-se cedo no marcador, conseguindo um parcial de 4-0.

Os alvinegros procuraram reagir e só a meio da segunda parte conseguiram trazer algum equilíbrio ao encontro, chegando mesmo a colocar a diferença mínima no marcador, mas sem nunca retirar a liderança aos insulares, que atingiram o intervalo a vencer por dois golos de vantagem (14-12).

Na segunda parte a maior experiência dos madeirenses evidenciou-se e, mais consistentes no ataque e na defesa, a equipa da casa acabaria por se distanciar no resultado, conseguindo uma vantagem de seis golos (20-14) nos primeiros 10 minutos. Perante uma Sanjoanense que acusava algum desgaste, o Madeira SAD manteve o domínio da partida e do marcador, que chegou a registar um diferencial de oito golos (27-19), com Elias António e Elledy Semedo, a darem um forte contributo para o resultado.

Apesar de tudo, a Sanjoanense, que teve em Vinícios Carvalho o seu melhor marcador, com seis golos apontados, não baixou os braços e até ao final do encontro reduziu ligeiramente a desvantagem, mas sem nunca colocar em causa o triunfo dos madeirenses.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here