AD Sanjoanense/Delba, 27 – Vitória FC/Restaurante Novo10, 30

Jogo no Pavilhão das Travessas.

Árbitros: Tiago Correia e João Aranha.

AD Sanjoanense/Delba: Ricardo Gaspar, Guilherme Novo, Francisco Silva (1), Pedro Pires (1), Miguel Cortinhas (4), Lourenço Santos (8), Lucas Santana, Bruno Castro (2), Tiago Antunes (4), Guilherme Silva, Bruno Pinho (1), David Ferreira, Jeferson Bastos, Anderson Silva, Vinícios Carvalho (6), Ricardo Pinho.

Treinador: Nuno Silva.

Vitória FC/Restaurante Novo10: Alexandre Moura, Pedro Martins (3), Rodrigo Alcácer, André Alves (5), Alan Lima, Tiago Martins (1), David Tavares, Pedro Padre, Nuno Gonçalves (6), Pedro Santana, Rúben Santos (10), Lucas Barros, Bruno Rodrigues (1), Gonçalo Gracio (2), Francisco Silva (2).

Treinador: Francisco Bacalhau.

Ao intervalo: 13-15.

Ainda sem qualquer triunfo, esperava-se que a primeira vitória dos alvinegros no campeonato surgisse frente à formação que viajou de Setúbal, mas o trabalho não se previa fácil para os locais, que defrontavam um adversário 100% vitorioso nas deslocações fora de portas.

Entrou melhor a equipa visitante, que inaugurou o marcador logo nos segundos iniciais, vantagem que Lourenço Santos anulava pouco depois na cobrança de um livre de sete metros. Perante um adversário algo desconcentrado, o Vitória parecia querer tomar conta do jogo e aos poucos foi-se distanciando no marcador e aos 12 minutos liderava por quatro golos (2-6). A Sanjoanense reagiu e com uma defesa mais recuada trouxe equilíbrio ao jogo e ao resultado, que a dois minutos do intervalo registava a diferença mínima (12-13). Mas dois golos sem resposta acabariam por dar nova vantagem ao Vitória, diferença que Lourenço Santos atenuou já depois do apito final na cobrança de um livre de sete metros.

No início dos 30 minutos seguintes os visitantes aumentaram rapidamente a vantagem e a meio da segunda parte já lideravam por sete golos (17-23) perante uma Sanjoanense que se deparava com alguns erros defensivos e algo nervosa no ataque.

Até ao final do encontro os locais foram reduzindo a diferença, mas sem nunca colocar em causa o triunfo da formação que viajou de Setúbal e que viu Rúben Santos dar um enorme contributo para este triunfo ao apontar 10 dos 30 golos do Vitória. Do lado da Sanjoanense Lourenço Santos foi o melhor marcador com oito golos apontados.

No próximo dia 18 de outubro a Sanjoanense desloca-se ao Dragão Arena para defrontar a formação do FC Porto.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here