Portimonense, 4 – Dínamo Sanjoanense, 1

Jogo no Pavilhão da Boavista, em Portimão.

Árbitros: Tiago Silva e Alexandre Costa.

Portimonense: Gutta, Caio Ruiz, Deivão, Wendell, André Rochato.

Suplentes: Moreira, Paulinho Rocha, Kanika, Filipinho, Paulinho, Nuno Miranda, Caio Júnior.

Treinador: Pedro Moreira.

Dínamo Sanjoanense: Babas, Xavier Moreira, Válter Batista, Nando Costa, Diogo Tavares.

Suplentes: Miguel Isolino, Chico Leitão, João Carvalho, Emídio Baptista, Franklin Neto, Tiago Silva, Rúben Mateus, Pedro Sousa, Baião.

LigaTreinador: Luís Almeida.

Ao intervalo: 1-1.

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Moreira (20’), Paulinho Rocha (25’), Deivão (27’), Nando Costa (38’), Caio Júnior (39’).

Marcha do marcador: 1-0 por Nuno Miranda (6’), 1-1 por Tiago Silva (16’), 2-1 por Caio Júnior (24’), 3-1 por André Rochato (28’), 4-1 por André Rochato (34’).

Depois da derrota (1-6) de 5.ª feira passada (8 de outubro), em casa, com o Benfica, num jogo em que o Dínamo até chegou a estar na liderança, inaugurando o marcador aos sete minutos por intermédio de Xavier Moreira, o conjunto comandado por Luís Almeida sofreu um novo desaire no último fim de semana na deslocação a Portimão.

A viagem ao Algarve não se esperava fácil para o Dínamo Sanjoanense, que apesar de não facilitar o trabalho dos locais viram o Portimonense adiantar-se no marcador aos seis minutos com Filipinho a colocar a bola em Nuno Miranda que, depois de deixar Babas batido no chão, aproveitou a baliza aberta para abrir o ativo.

A desvantagem não abalou a confiança da equipa orientada por Luís Almeida, que acabaria por chegar à igualdade pouco depois do primeiro quarto de hora por intermédio de Tiago Silva, que depois de fintar um adversário, e de frente para a baliza, remata colocado, fixando o resultado até ao intervalo.

Com o arranque da segunda parte, quando se assistia a algum equilíbrio, o Portimonense quebra o empate logo aos quatro minutos. Gutta segura um pontapé de quase meio campo de Xavier Moreira e com uma rápida reposição da bola serve Caio Ruiz, que tenta um remate cruzado, que sai fraco, e é Caio Júnior que surge junto ao poste esquerdo a desviar para o fundo das redes. Momentos depois, André Rochato, à entrada da área, aproveita um passe de Paulinho, junto à linha lateral, para fazer o terceiro dos locais, vantagem que o mesmo aumentava oito minutos mais tarde na sequência de um pontapé de canto.

No próximo dia 17 o Dínamo Sanjoanense recebe a formação de “Os Belenenses”, equipa que se encontra colada ao conjunto de S. João da Madeira na tabela classificativa.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here