Futebol de formação e Futebol SAD em divergência

Em causa está o material exposto na loja da ADS

0
52

Há pouco mais de duas semanas o departamento de futebol de formação da Associação Desportiva Sanjoanense emitiu um comunicado nas redes sociais onde informava que os produtos que tinha expostos na loja do clube haviam sido retirados “sem o seu conhecimento e autorização”, pelo que os mesmos deixarão de estar disponíveis naquele local que, segundo Manuel Oliveira, responsável pelo departamento, “deveria ser do clube, mas que neste momento pertence à SAD do futebol”. “Lamentamos tal atitude, até porque deveria ser louvado o trabalho da formação, assim como dos muitos encarregados de educação dos seus atletas que comparticiparam e participaram na reabilitação do Estádio Conde Dias Garcia, dado o total abandono do mesmo. Nesta época 20/21 continuaremos a trabalhar para ajudar os mais de 300 atletas a praticar uma atividade física e ajudar ao seu crescimento quer como atletas quer como homens do futuro, sem interesses económicos focando-nos simplesmente no trabalho do dia a dia, equipando novamente as sempre míticas cores do clube, camisola preta e calção branco”, refere o dirigente alvinegro na nota publicada.

A resposta chegou da mesma forma no passado dia 12 de outubro, com a administração da Associação Desportiva Sanjoanense – Futebol SAD a mostrar “surpresa” e “alguma perplexidade” com a tomada de posição do futebol de formação. “Desde a nossa chegada à Associação Desportiva Sanjoanense, sempre pautámos a nossa ação tendo por base a colaboração e o bom entendimento, valores que colocámos em prática desde o Dia 1, ajudando a promover um ambiente saudável e de evolução”, refere a administração, que sublinha que a “insinuação não corresponde à verdade” e que “os materiais referidos foram retirados da loja pelos responsáveis do futebol de formação, que revelaram dificuldade em aceitar um pequeno ajuste do local onde estes se encontravam”. “Para além disto, em nenhum momento a SAD recusou ou colocou entraves à exposição de materiais do departamento de futebol de formação na loja, apesar da sua exploração estar contratualmente cedida à SAD. Da mesma forma, em nenhum momento a SAD recusou qualquer apoio ou colaboração, respondendo afirmativamente a todos os pedidos que os responsáveis do departamento de futebol de formação nos fizeram chegar”, acrescenta o comunicando, onde a administração reforça o seu empenho em “elevar o emblema e as cores da Associação Desportiva Sanjoanense como um todo”.

Face ao desentendimento que parece existir entre as duas partes e depois de divulgadas as duas notas nas redes socias, Luís Vargas, presidente da Associação Desportiva Sanjoanense, emitiu também ele um comunicado onde “exige” que este tipo de assuntos sejam “resolvidos internamente e nunca na praça pública”, pelo que irá tomar “medidas internas” que no imediato passam pela realização de uma “reunião entre as partes e elementos representativos dos órgãos sociais”. “De seguida irei implementar os procedimentos necessários, para o desenrolar normal da vida associativa na vertente da comunicação, dentro de uma ‘anormalidade’ social, sanitária, desportiva, onde devemos concentrar todos os esforços para minimizar os efeitos nefastos de uma pandemia que afeta a sociedade em geral, e o desporto em particular”, refere o dirigente, sublinhando que reconhece a ambas as partes “o trabalho árduo, de abnegação, de resiliência, que tem sido desenvolvido em prol desta Instituição”. “Com ideias, emoções, opiniões, projetos racionalmente equilibrados quer desportivos, quer financeiros, mas onde e sempre o bom senso e o respeito por este clube devem prevalecer”, frisa Luís Vargas.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here