AD Sanjoanense, 2 – HC “Os Tigres”, 2

Jogo no Pavilhão de Desportos da AD Sanjoanense.

Árbitros: Joaquim Pinto (AP Porto) e Pedro Figueiredo (AP Minho).

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, Pedro Cerqueira, Facundo Navarro, Xavier Cardoso, Hugo santos.

Suplentes: Marco Lopes, Alex Mount, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Rego.

Treinador: Vítor Pereira.

HC “Os Tigres”: Pedro Santos, André Martins, Filipe Bernardino, Diogo Alves, João Maió.

Suplentes: Igor Alves, Miguel Feio, Hernâni Domingos, Diogo David, Paolo Dias.

Treinador: André Luís.

Ação disciplinar: Cartão azul para David Diogo (24’).

Marcha do marcador: 1-0 por Pedro Cerqueira (3’), 1-1 por Miguel Feio (24’’), 1-2 por Filipe Bernardino (29’), 2-2 por Alex Mount (49’).

Ao intervalo: 1-1.

Faltas: AD Sanjoanense, 10 | HC “Os Tigres”, 14.

À quarta jornada a Sanjoanense perdeu os primeiros pontos em casa ao ceder um empate a duas bolas frente ao HC “Os Tigres”, equipa que depois de ter estado a perder obrigou os alvinegros a lutarem pela igualdade.

Procurando reagir ao desaire da jornada anterior em Valongo, a equipa orientada por Vítor Pereira teve uma excelente entrada na partida e logo aos três minutos assumia a liderança no marcador com Xavier Cardoso a assistir Pedro Cerqueira que, junto à marca de grande penalidade, sticava para o primeiro golo da partida.

Com a desvantagem os visitantes reagiram e trouxeram mais equilíbrio ao jogo, mas as melhores ocasiões pertenciam aos locais que a três minutos do descanso, num rápido contra-ataque, viam Xavier Cardoso, em posição central, atirar forte ao ferro da baliza da formação que viajou de Almeirim.

A Sanjoanense insistia e já no último minuto, depois de um lance em que os alvinegros reclamaram penalti, “Os Tigres” saem para o ataque e é Miguel Feio, com uma forte sticada que restabelece a igualdade, resultado que Facundo Navarro podia ter desfeito a dois segundos do descanso na sequência de um livre direto, mas o argentino atirou para a defesa de Pedro Santos.

A Sanjoanense regressou dos balneários a dominar e durante os primeiros cinco minutos praticamente não permitiu que os visitantes chegassem com perigo à baliza de Tiago Freitas, mas quando aconteceu fizeram estragos e foi num lance de bola parada que a equipa de Almeirim chegou à igualdade. André Martins sofre falta dentro da área e Filipe Bernardino, da marca de grande penalidade, coloca os visitantes em vantagem.

Os homens de Vítor Pereira não acusaram o golo e por várias vezes estiveram perto de marcar, mas foi preciso esperar pelo último minuto do encontro para ver os locais evitarem a derrota, quando num ataque rápido dos alvinegros Alex Mount entra pela área, levanta a bola e com uma sticada iguala a partida e fecha o resultado.

No próximo sábado a Sanjoanense desloca-se ao recinto da vizinha Oliveirense.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...