O assaltante que deixou a namorada baleada no hospital de S. João da Madeira, onde esta acabaria por morrer

 

O Comando Territorial de Braga deteve, durante a manhã do passado dia 16 de outubro, dois homens pelos crimes de furto em interior de viaturas e posse de arma proibida, em Adaúfe, no concelho de Braga.

Os detidos são André Oliveira, mais conhecido como “Pirata”, e Fernando Gonçalves, de 29 e 23 anos, respetivamente.

Relembramos que André Oliveira abandonou, na madrugada de 24 de setembro, a namorada baleada no Hospital de S. João da Madeira, onde esta acabaria por morrer, depois de ter resistido à detenção da polícia pela suspeita de estar a assaltar um carro na Avenida do Vale em S. João da Madeira.

Este voltou a ser notícia, na semana passada, por ter publicado vídeos a beber champanhe e acompanhado de mulheres na suite de um hotel no Porto.

Após uma denúncia de furto em interior de viatura, os militares da Guarda detetaram os suspeitos, que se deslocavam num veículo furtado, e tentaram abordá-los, mas estes

colocaram-se em fuga, tendo sido desencadeada uma perseguição, informou a GNR em comunicação publicada no seu site.

A viatura furtada acabou por se envolver num acidente de viação que permitiu deter de imediato um dos suspeitos, Fernando Gonçalves, que à semelhança do outro, transportava uma arma proibida. O outro suspeito, “Pirata”, colocou-se em fuga apeada e viria a ser intercetado e detido pouco depois pelos militares.

Os dois indivíduos estiveram detidos nas instalações da guarda e foram presentes ao Tribunal Judicial de Braga, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de Prisão Preventiva. Ambos são acusados de vários crimes como furto, condução perigosa e posse de arma proibida.

Para esta operação foram empenhados militares dos Destacamentos Territoriais de Póvoa de Lanhoso e de Braga, do Destacamento de Intervenção e do Destacamento de Trânsito de Braga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...