UD Oliveirense, 4 – AD Sanjoanense, 3

Jogo no Pavilhão Dr. Salvador Machado, em Oliveira de Azeméis.

Árbitros: José Pinto (AP Porto) e Carlos Correia (AP Minho).

UD Oliveirense: Xavier Puigbi, Marc Torra, Jorge Silva, Lucas Martinez, Henrique Magalhães.

Suplentes: João Gamelas, João Almeida, Pedro Moreira, Vítor Hugo, Franco Ferruccio.

Treinador: Paulo Pereira.

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, Alex Mount, Pedro Cerqueira, Facundo Navarro, Xavier Cardoso.

Suplentes: Marco Lopes, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Rego, Hugo Santos.

Treinador: Vítor Pereira.

Ao intervalo: 2-3.

Ação disciplinar: Cartão azul para Vítor Pereira (20’).

Marcha do marcador: 1-0 por Lucas Martinez (10’), 1-1 por Pedro Cerqueira (14’ gp), 1-2 por Tiago Almeida (14’), 2-2 por Lucas Martinez (17’), 2-3 por Pedro Cerqueira (24’), 3-3 por Lucas Martinez (30’), 4-3 por Vítor Hugo (35’).

Faltas: UD Oliveirense, 12 | AD Sanjoanense, 8.

A viagem da Sanjoanense a Oliveira de Azeméis terminou com uma derrota, mas a Oliveirense teve de se aplicar para bater a formação liderada por Vítor Pereira, que realizou uma excelente exibição e liderou o marcador por duas vezes, obrigando os locais a lutar pela igualdade.

Apesar de defrontar um adversário recheado de jogadores internacionais e que luta pelos lugares cimeiros da classificação, os alvinegros entraram sem medo e o resultado foi-se mantendo inalterado durante os primeiros 10 minutos, altura em que Lucas Martinez, num contra-ataque dos locais, inaugura o marcador com uma forte sticada. A desvantagem não abalou a Sanjoanense, que pouco depois surpreendia a Oliveirense com dois golos no espaço de um minuto e assumia o comando do marcador. Primeiro foi Pedro Cerqueira na conversão de uma grande penalidade e logo de seguida Tiago Almeida, num rápido contra-ataque, a atirar cruzado para o golo da vantagem (1-2).

A reação dos locais surgia três minutos depois com Lucas Martinez a repor a igualdade. Numa excelente jogada individual o argentino entra na área de baliza e depois de enviar a bola ao poste surge frente a Tiago Freitas e na recarga restabelece o empate, que os alvinegros voltariam a desfazer já perto do período de descanso. E foi Pedro Cerqueira que colocou a Sanjoanense em vantagem ao intervalo, quando numa excelente jogada de transição remata para a defesa de Xavier Puigbi, mas sem ninguém para afastar a bola o atleta aproveita para bisar na partida.

Na etapa complementar a Oliveirense entrou a pressionar e decidida a inverter o marcador e aos cinco minutos é Lucas Martinez, mais uma vez, que restabelece a igualdade a três bolas. Jorge Silva ainda simula o remate, mas serve o argentino que, sem oposição, desvia para o fundo das redes. A Sanjoanense não conseguiu responder e pouco depois Vítor Hugo, à boca da baliza e a passe de Marc Torra, fecha a contagem e confirma a vitória do conjunto de Oliveira de Azeméis.

Os alvinegros ainda procuraram o empate e a cinco minutos do final Alex Mount teve essa oportunidade de livre direto, que castigava a décima falta da Oliveirense, mas Xavier Puigbi negou o golo ao inglês.

No próximo sábado a Sanjoanense tem mais um jogo difícil recebendo a formação do SL Benfica.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here