Dos Hábitos

0
59

Enquanto povo, temos hábitos partilhados que nos concedem uma parte substantiva daquilo a que chamamos identidade.

A muitos desses hábitos, que se foram enraizando, sub-repticiamente, e penetrando o quotidiano, chamamos a isto tradição, e valorizamo-los ou desprezamo-los consoante uma teia complexa de razões de temperamento pessoal.

À tradição, que não sabemos como se constitui nem quão antiga é, cabem aspetos variados. Desde a moral judaico-cristã, que dizemos ser a nossa, a tal da dieta mediterrânea, passando pelo fado enquanto canção popular que, de caminho, ajuda a explicar algum fatalismo constitucional e uma espécie de saudosismo descontente que relacionamos com predomínios perdidos, brandos costumes e veiapoética.

Dos hábitos que partilhamos com outros, alguns outros, poucos, mas em todo o caso os suficientes para sentirmos que temos um grupo, uma família, só temos bem a dizer.

Voltar todos os anos à mesma praia que ainda tem cheiros de infância; celebrar aniversários ou natais repetindo histórias e ditos; comparecer a jantares de curso e ir vendo como as vidas com que nos cruzámos num dado momento evoluem, tem um rasto de tranquilidade e segurança que perdura o resto do tempo em que temos de estar abertos à mudança e à correria dotempo.

Dos hábitos de cada um de nós, quer dizer, dos procedimentos automáticos que nos arranjam algum espaço mental enquanto desenvolvemos tarefas rotineiras, não há muito a dizer. Alguns até dão jeito e facilitam desempenhos. Outros, contudo, sobretudo os que queremos mudar, estorvam e incomodam já que nos obrigam a, por um lado, dar conta do pouco consciente que estamos de tantos dos nossos gostos, e, por outro lado, a despender energia e atenção para os mantermos sobcontrolo.

De vez em quando, interrogamo-nos sob o estatuto de alguns dos nossos comportamentos e sentimentos. Perguntamo-nos se é por hábito que fazemos o que fazemos, somos o que somos ou amamos quem amamos. Por aí, os considerandos sobre os hábitos complicam-se, porque nós noscomplicamos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...