Uma cidade em constante movimento…

0
102

Encontro-me em plena Avenida da Liberdade. São 18 horas e 12 minutos. Olhando para Sul, as milhares de luzes dos faróis dos automóveis parecem não cessar e o rodopio da hora de ponta em pleno centro da cidade traduzem toda a atividade frenética que cá se vive. A rotunda que afunila o trânsito é ponto de encontro de milhares de cidadãos (residentes e não residentes) que, a esta hora, deixam os seus postos de trabalho. Funcionários municipais, operários das zonas industriais, a procura pelo comércio, as compras de final de dia, a busca das crianças aos treinos e às escolas, a frenética atividade familiar e pessoal de todos nós…

S. João da Madeira é uma cidade que acolhe, que recebe, que permite, que incentiva, que promove, que dinamiza. S. João da Madeira tem ar de cidade, espírito empreendedor, dinamismo comercial, pujança económica, preocupação social. S. João da Madeira é, e sempre foi, uma referência regional.

São quase 19 horas e a cidade teima em não parar. É normal, fizemos por isso. Os sanjoanenses cresceram, procuraram, conquistaram e não sossegam. Nunca sossegam. Somos assim.

E somos assim porque nos está nos genes, mas também porque o poder político soube acompanhar-nos. Não fizeram mais do que nós. Souberam e sabem acompanhar-nos. Afinal, também são sanjoanenses.

Os últimos anos têm sido anos de grandes movimentos. Constantes movimentos. As nossas zonas industriais retomam as suas construções. São vários os pavilhões a erguer-se pelos seus lotes.Os edifícios de habitação coletiva erguerem-se, também, nos horizontes. Já há vários anos que não víamos tal movimentação de gruas. São 17 os pedidos de licenciamento de construção de habitação coletivamais outros tantos de habitação unifamiliar. Assistimos a uma nova procura de habitação no nosso concelho, movimento esse que tinha sido diminuto até 2018.

O comércio e os serviços crescem e renovam-se com especial procura: ginásios, espaços de lazer, espaços dedicados à saúde, unidades hoteleiras, supermercados, serviços, entre muitos outros. Destaque-se, obviamente, a futura abertura de duas novas unidades hoteleiras, sendo uma delas no antigo Palacete dos Condese que devolverá dignidade a este tão conhecido e importante edifício da nossa história. O novo centro de hemodiálise que terá data de inauguração para breve faz-nos acreditar que a nossa cidade é realmente importante para quem investe.

Importantes investimentos que trazem, como consequência, criação de emprego, aumento da riqueza, visitas regionais, dinamização da economia e promoção da cidade.

Em tempo de crise é bom saber que os sanjoanenses continuam com aquele espírito que sempre nos caracterizou: a vontade de vencer, de conquistar, de envolver e, acima de tudo, a vontade de trabalhar.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here