FC Gaia/Empril, 20 – AD Sanjoanense/Delba, 21

Jogo no Pavilhão do FC Gaia.

Árbitros: Fernando Costa e Diogo Teixeira.

FC Gaia/Empril: David Sousa, José Poças (1), Miguel Pinto (3), Mário Silva (2), Pedro Carvalho, Gustavo Oliveira, Rafael Santos, Luís Carvalho (1), Bernardo Pegas (5), Manuel Borges, Rui Rodrigues (2), Tiago Costa (2), Pedro Salvador (1), Rodrigo Esteves (1), Gabriel Conceição, Tiago Castro (2).

Treinador: Carlos Resende.

AD Sanjoanense/Delba: Guilherme Novo (2), Dilan Moreno, Miguel Cortinhas (1), Lourenço Santos (9), Lucas Santana, Bruno Castro (1), Tiago Antunes (2), Orlando Correia, Guilherme Silva, Bruno Pinho, David Ferreira, António Devile, Jefferson Bastos (1), Nuno Queirós (3), Vinícios Carvalho (2), Ricardo Pinho.

Treinador: Nuno Silva.

Ao intervalo: 11-6.

A Sanjoanense conquistou três pontos importantes na deslocação a Gaia, vencendo a formação local pela margem mínima num jogo rápido e equilibrado, mas onde os homens de Carlos Resende só se viram em desvantagem no marcador a 10 minutos do final da partida.

Eficaz no ataque e com um bloco defensivo coeso, a formação local assumiu rapidamente o comando do resultado e aos poucos construiu uma ligeira vantagem, que a meio da primeira parte era de três golos (5-2). A Sanjoanense manteve-se sempre no jogo e após algumas correções surgia a resposta do conjunto que viajou de S. João da Madeira, que a 10 minutos do intervalo chegava à igualdade a cinco golos.

Os homens de Nuno Silva pareciam encaminhados para dar a volta ao marcador, mas alguns erros no ataque e um Manuel Borges seguro na baliza permitiram os locais, fruto de um parcial de 4-0, chegar ao intervalo a vencer por uma margem de cinco golos (11-6).

Na segunda parte, a equipa da casa, que procura fugir aos últimos lugares da tabela classificativa, entrou com vontade de ampliar a vantagem e nos 10 minutos iniciais foi conseguindo manter os cinco golos de diferença, mas a meio do segundo tempo os alvinegros aproveitaram algumas falhas do FC Gaia para encurtar a distância no resultado, acabando por chegar ao empate (17-17).

O jogo não parecia fácil para a formação de Vila Nova de Gaia, mas a 10 minutos do final ficou ainda mais complicado depois de Lourenço Santos, num livre de sete metros, dar a volta ao marcador.

A partir daqui a Sanjoanense nunca mais perdeu a liderança, mas o FC Gaia também não permitiu que os alvinegros se distanciassem no resultado.

No próximo sábado o conjunto de S. João da Madeira tem mais um jogo difícil, recebendo a forte formação do ABC.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here