AD Sanjoanense, 2 – Juventude de Viana, 5

Jogo no Pavilhão de Desportos da AD Sanjoanense.

Árbitros: Sílvia Coelho (AP Porto) e Pedro Figueiredo (AP Minho).

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Cerqueira, Xavier Cardoso.

Suplentes: Marco Lopes, Alex Mount, Pedro Rego, Facundo Navarro, Hugo Santos.

Treinador: Vítor Pereira.

Juventude de Viana: Jorge Correia, Francisco Silva, Gustavo Lima, Nelson Pereira, Gonçalo Neto.

Suplentes: Bruno Guia, Rémi Herman, João Pedro Pereira, Diogo Casanova, Pedro Batista.

Treinador: André Azevedo.

Ao intervalo: 2-2.

Ação disciplinar: Cartão azul para Xavier Cardoso (45’), Rémi Herman (49’).

Marcha do marcador: 1-0 por Tiago Almeida (3’), 1-1 por Gonçalo Neto (6’), 1-2 por Diogo Casanova (14’), 2-2 por Hugo Santos (23’), 2-3 por Gonçalo Neto (30’), 2-4 por Diogo Casanova (36’), 2-5 por Diogo Casanova (42’).

Faltas: AD Sanjoanense, 11 | Juventude de Viana, 9.

A Sanjoanense perdeu, ontem, em casa, frente ao Juventude de Viana num jogo de atraso referente à 12.ª jornada.

Sem realizar uma exibição de grande qualidade, a formação visitante acabou, no entanto, por se revelar mais eficaz, beneficiando também da boa exibição do guardião Jorge Correia. Ainda assim, foram os homens de Vítor Pereira que assumiram as despesas do jogo quando aos três minutos Tiago Almeida aproveita alguma desatenção da defensiva visitante para, junto ao poste, empurrar a bola para o fundo das redes.

A reação do Juventude de Viana não tardou e antes do primeiro quarto de hora já liderava o resultado. Primeiro foi Gonçalo Neto, com uma sticada de longe, a restabelecer a igualdade, e depois Diogo Casanova dava a cambalhota no marcador ao finalizar da melhor forma uma assistência de Pedro Batista.

A Sanjoanense não se conformou e a dois minutos do intervalo Hugo Santos, dentro da área de baliza, desvia de forma eficaz uma forte sticada de João Lima e leva para a segunda parte o empate (2-2) no marcador.

Na etapa complementar os visitantes assumiam definitivamente o comando do resultado e foi Gonçalo Neto, que aos 30 minutos bisou na partida, que abriu caminho para o triunfo dos vianenses ao aproveitar uma perda de bola dos alvinegros para apontar o terceiro. Minutos depois Diogo Casanova complicava a recuperação da Sanjoanense, quando numa excelente jogada individual, e pouco depois de Gonçalo Neto ter falhado um livre direto, faz o quarto do Juventude de Viana e segundo da sua conta pessoal.

À entrada para os últimos 10 minutos da partida a Sanjoanense faz a décima falta e os visitantes beneficiam do respetivo livre direto, que Diogo Casanova aproveita para elevar a contagem.

Até ao final ambas as equipas dispuseram de um livre direto, mas o marcador não sofreu mais alterações.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here