“Não queremos adoções por impulso”, esclareceu Raquel Pinho, presidente da Ani S. João

 

“Adota um animal e fica com um amigo para a vida!” é o mote da campanha de sensibilização para a adoção de animais que se encontram no Albergue de Animais de S. João da Madeira e no Canil Intermunicipal da Associação de Municípios de Terras de Santa Maria.

A Câmara Municipal de S. João da Madeira, em articulação com a Ani S. João, lançou a campanha no dia 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos dos Animais, e apresentou-a um dia depois à comunicação social. Entre os presentes estiveram o presidente da câmara, Jorge Sequeira, o vice-presidente José Nuno Vieira, Raquel Pinho, presidente da Ani S. João, e Ângela Quaresma, Provedora Municipal dos Animais.

Os animais adultos adotados no Albergue ou no Canil vão vacinados, esterilizados e com chip. Já os animais bebés apenas devem fazer a esterilização na altura devida. Quem estiver interessado na campanha deve contactar o Albergue (911 135 448) e o Canil Intermunicipal (256 408 147).

A “relação de afeto” entre as pessoas e os animais é “muito importante”, afirmou o presidente da câmara, acreditando que, por isso, a campanha irá “entusiasmar os sanjoanenses”.

O labor questionou os presentes sobre a possibilidade de o lançamento da campanha durante a época natalícia levar as pessoas a encarar a adoção do animal como uma prenda que pouco tempo depois perde o interesse e é devolvida. A resposta partiu de Raquel Pinho, presidente da Ani S. João, que explicou que a campanha estava a ser preparada há algum tempo e a melhor altura encontrada foi o dia 10 de dezembro pela simbologia da data. “Não queremos adoções por impulso”, esclareceu Raquel Pinho, salientando que em “todas as adoções pedimos para o animal não ser uma prenda descartável no ano seguinte”. Entre todas as mensagens transmitidas nos cartazes da campanha destaque para a que diz “à espera de um final feliz” que no fundo é aquilo que qualquer animal e humano procura ao longo da sua vida.

 

Primeira colónia de gatos aguarda chegada de equipamento

 

Para além da campanha de sensibilização para a adoção de animais, Jorge Sequeira disse que “muito brevemente” vai ser colocado o equipamento que acolherá a primeira colónia de gatos, digamos que “oficial”, na Avenida do Brasil, estando a “aguardar a chegada do equipamento”. Este é um projeto-piloto que está a ser levado a cabo pela câmara municipal em parceria com a Ani S. João e pessoas que fazem voluntariado. Vai ser implementado naquela zona, avaliado e só quando estiver estabilizado é que “vai ser estendido a todo o concelho”, recordou o vice-presidente José Nuno Vieira.

 

Provedora dos Animais conta com “ajuda de todos os sanjoanenses”

A designação de Ângela Quaresma para ser a Provedora dos Animais de S. João da Madeira tinha acabado de ser aprovada por unanimidade na reunião de câmara realizada a 11 de dezembro e momentos depois esteve presente na apresentação da campanha de sensibilização de adoção de animais do Município e da Ani S. João.

As suas primeiras palavras foram de agradecimento pela “confiança” em si depositada pela câmara municipal. “Acho que vai ser bem positivo para todos, sobretudo para os animais,” e “conto com a ajuda de todos os sanjoanenses” porque “a responsabilidade de abandono dos animais é de todo o cidadão. Se cada um fizer mais, vamos conseguir ter menos animais abandonados”, disse Ângela Quaresma.

O foco de ação da Provedora dos Animais vai ser “aumentar a sensibilização”. “Não há infraestruturas suficientes para combater o número de animais abandonados no imediato”, mas “se a pessoa tiver conhecimento da esterilização e da castração, o número de animais abandonados não aumenta tanto”, considerou Ângela Quaresma.

O presidente Jorge Sequeira destacou a “enorme experiência de intervenção na causa animal” da provedora, depois de já o ter feito anteriormente na reunião de câmara. A presidente da Ani S. João deu as “boas-vindas” a Ângela Quaresma com quem mantém uma “relação pessoal e associativa de longa data”. Por isso, “temos a certeza absoluta que vai correr tudo bem e que vai ser uma excelente provedora”, concluiu Raquel Pinho.

 

Câmara pede divulgação do apoio à esterilizaçãodo animal

Programa paga a intervenção aos animais domésticos de famílias mais desfavorecidas

 

Ao longo da apresentação da campanha de adoção, Jorge Sequeira mencionou outras medidas relacionadas com a causa animal que têm sido implementadas pelo seu executivo. Entre elas a adoção dos gatos Sanjo e Oliva pelo Município; a permissão dada aos funcionários da autarquia para levarem o seu animal de companhia para o gabinete com a concordância colegas nos casos em que o espaço de trabalho é partilhado; a ampliação do Albergue Municipal com aumento de quatro para 12 boxes; e a aprovação de regulamento de apoio à esterilização dos animais de famílias carenciadas. Este último

“não tem tido muita procura, ao contrário do que esperávamos,” assumiu o presidente da câmara, apelando, por essa mesma razão, à sua divulgação. O objetivo deste programa é pagar a esterilização de cães e gatos de famílias sanjoanenses mais desfavorecidas que será feita no Canil Intermunicipal. Até ao início do mês de outubro apenas uma pessoa tinha pedido para esterilizar o seu animal de estimação, tal como noticiou oportunamente o labor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...