Ai o vírus! Maria

0
30
DR

Atchim, tenho o nariz tapado,
Será uma fímbria esta!
Fui talvez contaminado
Ontem à noite na festa?

Traz o termómetro Maria!
Vê se a febre está alta!
Ai sinto uma tal agonia,
E o apetite que me falta?

Oh Maria estás-me a ouvir?
Ninguém quer saber de mim,
Olha o vírus está-se a rir,
Já o ouço no jardim!

Quem me acode nesta casa?
Todos estão-me a abandonar,
E a febre que me abrasa,
Acaba por me matar!

Maria corre à farmácia
Traz-me de lá uma aspirina
Manda o Zé ou a Engrácia
Tragam qualquer medicina…

Ou seja, lá o que for!
Qualquer chá, qualquer tisana,
Qualquer coisa p´ra esta dor
No meu peito, ai a sacana!

Maria, mas que é isto
Que dizem na televisão!
Que o mundo anda malvisto,
Por ele uma maldição!

Será conversa fiada,
Que já chegou a vacina?
Ai Maria, oh danada,
Traz-me lá essa menina!

Já chegou o nosso Zé!
Deve saber algo mais,
Traz-mo já aqui ao pé,
Oh Maria onde vais?

Oh desgraçada vem cá
Não percebes nada, nada
Só estás bem com a lálá,
Ai que mulher desbocada!

Aqui como um passarinho,
Vou-me desta para melhor,
Pior do que um pintainho
Sem a galinha, senhor!

Oh Maria, oh Maria!
Ninguém sabe coisa alguma,
Quem me vale na agonia?
Não vales coisa nenhuma.

Ai Maria ela aí vem,
E se tu não me acodes
Não me acode mais ninguém
Nem Manel nem o Jacodes
Já vejo o caixão além…

Flores Santos Leite
Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here