Os vereadores da coligação PSD/CDS-PP vão apresentar uma proposta de criação de uma comissão de acompanhamento do processo de requalificação da Linha do Vouga que deverá ser agendada para a próxima reunião de câmara, que será a primeira de 2021. A informação foi avançada pelo vereador Paulo Cavaleiro durante a última reunião de câmara do ano realizada a 22 de dezembro por videoconferência.

O objetivo é que o presidente da câmara reúna regularmente com uma comissão que deverá ser composta pelo executivo, pela oposição, pelos partidos eleitos para a assembleia municipal e também poderá contar com os que concorreram e não foram eleitos, mas têm representação na Assembleia da República. Este tipo de iniciativa “já aconteceu no passado com outros assuntos e pode ser útil”, recordou o vereador da oposição. O presidente da câmara foi favorável à criação desta comissão. “Estou sempre aberto a dar esclarecimentos a todos e a todas. Quanto mais participação, mais pessoas informadas, melhor”, disse Jorge Sequeira, demonstrando estar disponível para votar a proposta na reunião de câmara realizada a 22 de dezembro.

“Muita dificuldade em perceber que haja mais 1,3 mil milhões para investir no metro do Porto e o nosso metro, que é a Linha do Vouga, não possa ser concretizado o mais rapidamente possível”

A reabilitação da Linha do Vouga é “um assunto de todos” os partidos e tudo o que tem sido feito por ela resulta de “um trabalho muito importante de muita gente” e de “uma luta” e de “uma afirmação” sobretudo “do Sul do Douro em relação ao Norte do Douro”, destacou Paulo Cavaleiro. Por isso, como disse na última reunião de câmara, o vereador da oposição tem “muita dificuldade em perceber que haja mais 1,3 mil milhões de euros para investir no metro do Porto e o nosso metro, que é a Linha do Vouga, não possa ser concretizado o mais rapidamente possível”. Apesar de ser da opinião de que a “atual proposta não é tão boa como a inicial”, quando a reabilitação for uma realidade, pelo menos, “que seja de acordo com os interesses das nossas pessoas e da nossa região”, concluiu Paulo Cavaleiro.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here