CHEDV recebe 77 médicos internos

0
47
DR

A sessão de acolhimento e boas vindas aos novos médicos internos que iniciam a sua formação no Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) decorreu nos dias 4 e 5 de janeiro no auditório do Hospital de S. Sebastião, em Santa Maria da Feira.

Dos 77 novos médicos, 53 são internos de Formação Geral e 24 são internos de especialidade (formação especializada), divididos por Anestesiologia, Cirurgia, Ginecologia/Obstetrícia, Medicina do Trabalho, Medicina Física e Reabilitação, Medicina Intensiva, Medicina Interna, Neurologia, Oftalmologia, Oncologia, Ortopedia e Pediatria, informou o CHEDV, em comunicado enviado pelo seu gabinete de comunicação, onde destaca o facto de, pela primeira vez, ter sido atribuída uma vaga para a Especialidade de Medicina do Trabalho.

Os 53 médicos internos de Formação Geral permanecerão em formação pelo período de um ano, distribuídos pelos Cuidados de Saúde Primários e nas especialidades de Pediatria, Medicina Interna e Cirurgia Geral.

Dos 53 novos médicos internos de Formação Geral, “cerca de 80% selecionaram o CHEDV como primeira ou segunda opção de entre todos os hospitais portugueses, o que demonstra bem a confiança que os jovens médicos sentem pela qualidade formativa oferecida pela instituição”, segundo o comunicado.

Estiveram presentes na sessão de acolhimento, o presidente do Conselho de Administração do CHEDV, Miguel Paiva, o diretor do Internato, Marcos Pacheco da Fonte, o diretor clínico do CHEDV, Carlos Carvalho, que deram as boas vindas aos novos médicos, saudando-os pela conclusão da sua formação enquanto médicos.

“O CHEDV sente-se orgulhoso por ter sido escolhido por vós e, desta forma, ficar ligado para sempre à vossa carreira de médicos”, disse Miguel Paiva, aproveitando para lembrar “a grande tradição formativa da instituição”. “Os tempos que vivemos mostraram, melhor do que nunca, a importância de termos um Serviço Nacional de Saúde forte e capaz. A nossa missão de tratar só pode ser plenamente conseguida se aliarmos o saber técnico à humanidade na forma como tratamos os nossos doentes”, referiu o presidente do CHEDV.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...