A duas semanas do fim do ano de 2020, a junta de freguesia soube que a candidatura que tinha feito ao Fundo Ambiental para a compra de uma carrinha elétrica tinha sido aprovada. A viatura elétrica de sete lugares deverá ser da marca Nissan e terá um custo de 45 mil euros, metade comparticipado pelo fundo e o restante pela junta de freguesia.

Esta notícia acabou por ser “a prenda de Natal do executivo”, deu a conhecer a presidente Helena Couto, no seguimento da intervenção de Marco Fernandes, deputado da coligação PSD/CDS-PP, sobre o objetivo da junta transportar os doentes para o IPO num veículo mais pequeno e económico em comparação com o autocarro. “Se queremos fazer um trabalho social de acompanhamento das pessoas, não é com um autocarro, mas com um veículo automóvel com menos lugares e mais adequado às necessidades. O autocarro é importante para outro tipo de atividades”, explicou Helena Couto.

O transporte para o IPO e de apoio à Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) é uma das iniciativas do projeto de proximidade “A Junta Ajuda”. O transporte para o IPO e para os rastreios da LPCC é gratuito para todos os sanjoanenses. A iniciativa foi alargada para consultas e tratamentos em hospitais da zona em veículos da junta ou, em casos de pessoas com limitações de mobilidade, dos bombeiros, sendo, no caso destes últimos, o serviço pago pela freguesia.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here