Resposta curta:

Tudo ou muito pouco

Resposta longa:

Quem vive numa cidade espera naturalmente encontrar algo que não encontra no meio rural. Anseia por encontrar facilidades e conforto urbano. Enfim, sentir-se bem na cidade.

Numa cidade espera-se que haja mais comunicação e mais socialização; afinal fazer amigos. Contudo, em qualquer cidade também se espera que haja anonimato e privacidade.

Portanto uma cidade potencia  diferentes modos de estar e de viver. Enfim um número de coisas que não se encontra numa aldeia.

Por tudo isso espera-se que “a cidade” seja sobretudo o mais  atractiva possível, ter possibilidades de trabalho, e ter equipamentos de lazer, desporto e cultura.

Também é importante que haja civismo; saber coabitar com os restantes habitantes; exercer as suas actividades em harmonia com os outros. Portanto é fundamental que haja valores de educação e de cidadania.

Mário Pessegueiro

Por outro lado, é importante que as pessoas se interessem pelos problemas da sua cidade e intervenham neles. Participem, proponham  e valorizem o que já têm; e já agora se dediquem quanto ao rumo que a sua cidade esteja a tomar.

O alheamento da população relativamente à “sua cidade”, conduzirá ao improviso e à desmotivação de quem a governa.

A população pode e deve ser consultada em modo de referendo para   empreendimentos de grande importância urbana, social ou económica. Desse modo promove-se debate aceso e diálogo  construtivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...