No atual contexto da pandemia, os socialistas consideram que este foi “um esforço redobrado” da câmara municipal para que o processo eleitoral “ocorresse com a possível normalidade e com toda a segurança”, optando “por dispersar as mesas por vários edifícios públicos, o que se demonstrou uma decisão muito acertada”, onde foram “garantidas todas as questões de segurança com a definição dos circuitos unidirecionais, assegurando o distanciamento físico e a desinfeção das mãos”. Este processo foi acompanhado por “uma vasta equipa de trabalhadores da autarquia e por muitos voluntários recrutados para que todas as regras sanitárias e de segurança fossem rigorosamente cumpridas”, refere o partido em comunicado enviado ao labor.

O presidente da concelhia do PS, Rodolfo Andrade, destaca “a excelente organização do processo eleitoral para a Presidência da República, muito elogiado pela população e aproveita para congratular o Município de S. João da Madeira que cumpriu com os seus objetivos, garantindo um processo cuidadoso, tranquilo e seguro, tendo em conta o cenário pandémico que vivemos”. “À semelhança do que habitualmente acontece, S. João da Madeira retrata o resultado nacional, dando uma vitória a Marcelo Rebelo Sousa e colocando Ana Gomes em segundo com quase o dobro dos votos do terceiro. Um resultado que demonstra, claramente, o posicionamento dos eleitores locais”, constata Rodolfo Andrade, congratulando “o justo e merecido vencedor”, o professor Marcelo Rebelo de Sousa, e desejando-lhe “um excelente mandato que se paute, essencialmente, pelo diálogo, pela transparência e pela tolerância”, sendo “estas três características essenciais para os difíceis tempos que se avizinham”.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here