Onde se encontravam 30 pessoas

 

O Comando Territorial de Aveiro (CTA), através do Posto Territorial de Cucujães, encerrou, no dia 24 de janeiro, um estabelecimento de bebidas que estava a funcionar ilegalmente com 30 pessoas no seu interior, na Vila de Cucujães, pertencente ao concelho de Oliveira de Azeméis.

Os militares detetaram “algum ruído proveniente do interior de uma residência” durante uma ação de patrulhamento e acabaram por “verificar que no interior dessa residência funcionava ilegalmente um estabelecimento de bebidas com clientes no interior”, deu a conhecer o CTA da Guarda Nacional Republicana (GNR) em comunicado enviado ao labor.

A proprietária do estabelecimento é uma mulher de 42 anos que foi constituída arguida e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Oliveira de Azeméis.

Perante o incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário, foram ainda elaborados autos de contraordenação às 30 pessoas presentes no local.

A ação contou com o reforço dos Postos Territoriais de Cesar e de Oliveira de Azeméis.

A GNR relembra que, “de acordo com as medidas impostas pelo estado de emergência face à evolução da situação epidemiológica do país, encontram-se encerrada instalações e estabelecimentos como discotecas, bares, salões de dança ou de festa”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...