AD Sanjoanense, 2 – SL Benfica, 5

Jogo no Pavilhão da AD Sanjoanense.

Árbitro: Manuel Oliveira (AP Aveiro).

AD Sanjoanense: Catarina Viola, Ana Rita Couto, Inês Ferreira, Sara Fernandes, Renata Balonas.

Suplentes: Daniela Pereira, Daniela Silva, Bárbara Marques, Dora Martins, Joana Rodrigues.

Treinador: Jorge Moreira.

SL Benfica: Maria Celeste Vieira, Marlene Sousa, Florência Felamini, Beatriz Figueiredo, Maria Sofia Silva.

Suplentes: Rita Albuquerque, Sofia Contreiras, Macarena Ramos, Maria Inês Severino, Agustina Fernández.

Treinador: Paulo Almeida.

Ao intervalo: 1-4.

Marcha do marcador: 0-1 por Florência Felamini (6’), 0-2 por Marlene Sousa (12’), 0-3 por Marlene Sousa (16’), 0-4 por Beatriz Figueiredo (21’), 1-4 por Renata Balonas (21’), 2-4 por Joana Rodrigues (37’), 2-5 por Marlene Sousa (38’).

Faltas: AD Sanjoanense: 7 | SL Benfica, 8.

A Sanjoanense despediu-se da edição deste ano da Taça de Portugal com uma derrota, em casa, por 1-5, frente à poderosa formação do Benfica. As alvinegras ficaram pelo caminho, mas despediram-se da competição com uma excelente exibição que, ainda assim, não foi suficiente para contrariar o jogo de um dos candidatos ao título.

Bem organizada, a formação lisboeta pegou no jogo e com uma pressão constante nos momentos iniciais, não foi de estranhar que aos seis minutos inaugurasse o marcador. Inês Ferreira e Renata Balonas ainda tentaram bater Maria Celeste Vieira, mas seriam as encarnadas a abrir o ativo. Com uma saída por trás da baliza, Marlene Sousa vê Catarina Violas travar a picadinha, mas a bola sobra para Florência Felamini que, sem dificuldade, empurrou para o fundo das redes.

A Sanjoanense tentou reagir e minutos depois Renata Balonas teve uma boa ocasião para igualar ao surgir sem oposição frente à guardiã visitante, mas seria o Benfica a ampliar a vantagem por intermédio de Marlene Sousa, ao desviar um excelente passe da colega Maria Sofia Silva.

Daniela Silva também teve uma boa oportunidade para reduzir, mas a capitã encarnada não demorou a fazer mais estragos aproveitando um remate de Agustina Fernández, que Catarina Viola não conseguiu afastar, para bisar na partida e fazer o terceiro das águias. Cinco minutos volvidos Florência Felamini encontra Beatriz Figueiredo junto ao segundo poste e com um passe certeiro vê a colega de equipa encostar para o quarto das visitantes. A resposta das locais foi imediata, com Renata Balonas, da marca de grande penalidade, a reduzir a diferença para três golos, resultado com que se chegaria ao intervalo.

Na segunda parte foi preciso esperar 12 minutos para o marcador voltar a funcionar com Joana Rodrigues a concluir uma triangulação perfeita com Ana Rita Couto e Inês Ferreira diminuindo, assim, a diferença. A Sanjoanense parecia querer entrar na discussão do resultado, mas pouco depois Marlene Sousa encerrava a contagem com um remate cruzado que acabou desviado pelo stick de Renata Balonas.

Hoje a Sanjoanense desloca-se, pelas 21h00, ao recinto do Infante Sagres e no domingo recebe o Vilafranquense.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here