Depois da ERPI – Estrutura Residencial para Idosos Dr.ª Leonilda Matos, em Fajões, seguiu-se o Lar Residencial do Pisão, na mesma freguesia do concelho de Oliveira de Azeméis.

Sem novos casos de infeção há (pelo menos) duas semanas e, por isso, inserido num processo coordenado pelo Instituto de Segurança Social que prevê, em cada semana, o rastreio de 25% dos trabalhadores, este equipamento direcionado para pessoas portadoras de deficiência, pertencente à Santa Casa da Misericórdia (SCM) de S. João da Madeira, tornou-se elegível à vacinação.

Ontem, dia 10 de fevereiro, foram vacinados 24 utentes e 22 colaboradores, conforme adiantou Vítor Gonçalves ao labor. Ainda ao nosso jornal, o diretor de serviços da SCM disse esperar “ter [boas] notícias em breve” também relativamente à Casa de Repouso e à UCCI (Unidade de Cuidados Continuados Integrados) onde, de igual modo, já não há surtos.

Aliás, dos seis equipamentos residenciais da Misericórdia, “apenas um registou novos casos na semana em apreço. Nos demais cinco não foi detetado qualquer novo caso, sendo que três não têm casos ativos e outro tem apenas um”, avança comunicado da instituição recebido pelo labor.

Número de casos ativos é o mais baixo desde 21 de dezembro

Entre 1 a 8 de fevereiro, depois da realização de 225 rastreios à SARS CoV-2, foram detetados 11 novos casos positivos (em quatro utentes e sete trabalhadores). Este número de casos é o mais baixo desde 21 de dezembro de 2020, sendo também inferior ao número de recuperados, o que faz recuar o total de casos ativos em 37 face à semana anterior e pela segunda semana consecutiva.

Analisando a situação epidemiológica da última semana, verificam-se ainda o internamento de seis utentes (mais dois do que na semana anterior) e o falecimento de três utentes de um equipamento social instalado em Fajões.

Contas feitas, desde 14 de dezembro até 8 de fevereiro, a Santa Casa contabilizou cumulativamente 63 infeções pelo novo coronavírus ativas, sendo 44 de utentes residentes, e 21 mortes.

O rastreio sistemático manter-se-á nas próximas semanas nos termos atuais, ou seja, o universo de utentes e trabalhadores será testado semanalmente. A soma dos rastreios desde dezembro ascende a 1.564.

Agradecimentos

Na nota de imprensa enviada ao nosso semanário e também disponível no seu site, a Santa Casa “reafirma o agradecimento que vem fazendo à Autoridade de Saúde – Unidade de Saúde Pública ACES Aveiro-Norte, Centro Distrital de Aveiro do Instituto de Segurança Social IP, Proteção Civil de S. João da Madeira, utentes, familiares e colaboradores”. Agradece ainda ao Dr. Francisco Carvalho Ferrão, especialista em Saúde Pública, pelo “inestimável contributo” “na inventariação e implementação de medidas de minoração do risco de disseminação pandémica da SARS CoV-2 nos diversos equipamentos residenciais da instituição”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...