AD Sanjoanense/Delba, 26 – Póvoa AC/Bodegão, 31

Jogo no Pavilhão das Travessas.

Árbitros: Francisco Remigo e Fábio Gonçalves.

AD Sanjoanense/Delba: Lucas Santana, Guilherme Novo (1), Francisco Silva (3), Miguel Cortinhas, Lourenço Santos (8), Gonçalo Fernandes, Bruno Castro, Orlando Correia, Guilherme Silva, Bruno Pinho (1), David Ferreira, António Devile, Jefferson Bastos, Nuno Queirós (2), Vinícios Carvalho (9), Ricardo Pinho (2).

Treinador: Nuno Silva.

Póvoa AC/Bodegão: Humberto Gomes, Alexandre Magalhães, Roberto Ferreira, Vasco Areias (1), Manuel Sousa, Tiago Rodrigues, André Caldas, Pedro Cruz (5), Rui Lourenço (7), João Santos (3), José Rolo (6), Rares Fodorean (3), António Magalhães, António Ventura (3), Tiago Teixeira (1), Manuel Lima (2).

Treinador: Jorge Carvalho.

Ao intervalo: 15-17.

A Sanjoanense perdeu na receção ao Póvoa por 26-31, num jogo referente à 17.ª jornada e que marcou o regresso do Campeonato Placard Andebol 1 depois de uma paragem de quase dois meses resultado da presença da Seleção Nacional no Mundial de 2021.

Num jogo equilibrado, começou melhor a formação visitante, que depressa assumiu a liderança no marcador controlando a partida praticamente durante o quarto de hora inicial, ainda que durante esse período os alvinegros tenham procurado reagir conseguido por três vezes chegar à igualdade. O jovem reforço Nuno Queirós estreou-se a marcar em casa pelos alvinegros e depois de restabelecer o empate a sete bolas, Lourenço Santos, de livre de sete metros, colocava a Sanjoanense na liderança.

Com Humberto Gomes na baliza, que foi um dos guarda-redes em destaque no Mundial 2021, a Sanjoanense deparou-se com sérias dificuldades para ganhar vantagem no marcador perante um Póvoa que aproveitou alguma passividade dos alvinegros em momentos cruciais para regressar à liderança. Com a Sanjoanense em inferioridade numérica, consequência de duas suspensões de dois minutos praticamente seguidas, José Rolo tirou proveito de alguma lentidão na reorganização dos locais para, em lançamentos de saída rápidos, e com a baliza alvinegra desprotegida, fazer dois golos de meio campo, vantagem que os visitantes manteriam até ao intervalo.

Na segunda parte a Sanjoanense ainda chegou à igualdade (17-17) nos minutos iniciais, mas a formação visitante rapidamente regressou ao comando e, fruto de uma exibição mais consistente, aos poucos foi-se distanciando no resultado chegando aos cinco golos de vantagem (22-27), diferença que o Póvoa conseguiu gerir até ao final do encontro. Vinícios Carvalho foi o melhor marcador nesta partida, com nove golos apontados, enquanto Rui Lourenço evidenciou-se do lado dos visitantes com sete.

No próximo sábado a Sanjoanense desloca-se ao recinto do Boa Hora.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here