SL Benfica, 5 – AD Sanjoanense, 1

Jogo no Pavilhão Fidelidade, Estádio da Luz, Lisboa.

Árbitros: João Martins (AP Alentejo) e João Vieira (AP Alentejo).

SL Benfica: Pedro Henriques, Diogo Rafael, Edu Lamas, Lucas Ordoñez, Sergi Aragonés.

Suplentes: Marco Barros, Valter Neves, Carlos Nicolia, Miguel Vieira, Danilo Rampulla.

Treinador: Alejandro Dominguez.

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Rego, Pedro Cerqueira.

Suplentes: Marco Lopes, João Cruz, Luís Filipe, Facundo Navarro, Hugo Santos.

Treinador: Vítor Pereira.

Ao intervalo: 3-0.

Ação disciplinar: Cartão azul para Vítor Pereira (35’).

Marcha do marcador: 1-0 por Lucas Ordoñez (7’), 2-0 por Sergi Aragonés (9’), 3-0 por Edu Lamas (20’ gp), 4-0 por Danilo Rampulla (35’), 4-1 por Hugo Santos (38’), 5-1 por Lucas Ordoñez (48’).

Faltas: SL Benfica: 8 | AD Sanjoanense, 4.

A precisar de pontuar, a Sanjoanense sabia que a deslocação a Lisboa, para defrontar o Benfica, não seria fácil, ainda para mais com uma ausência de peso como a de Xavier Cardoso, mas os alvinegros entraram sem receio perante um forte adversário que precisou de sete minutos para inaugurar o marcador. Lucas Ordoñez, que também acabaria por ser responsável por fechar a contagem, abriu as hostilidades com um forte remate à entrada da área.

A Sanjoanense não conseguiu responder e dois minutos volvidos Sergi Aragonés ampliava a vantagem. Assistido por Diogo Rafael, o espanhol desferiu uma forte sticada que deixou Tiago Freitas praticamente sem reação.

As contas complicavam-se para os alvinegros, mas os homens de Vítor Pereira reagiram e mantiveram o marcador inalterado durante os 10 minutos seguintes, altura em que Edu Lamas, de grande penalidade, acabou por fazer o terceiro dos encarnados e fixar o resultado ao intervalo.

No regresso dos balneários o Benfica manteve a postura atacante e depois de ver duas bolas desviadas pelo ferro, aos 35 minutos Danilo Rampulla amplia a vantagem (4-0), aproveitando a assistência de Valter Neves para, à boca da baliza, desviar para o fundo das redes.

A reação da Sanjoanense surgia momentos depois com Hugo Santos, de livre direto, a picar a bola e a bater o guardião Pedro Henriques.

A dois minutos do fim Lucas Ordoñez terminou o jogo como começou, a marcar, com um remate cruzado que só parou no fundo das redes de Tiago Freitas, fixando o resultado final em 5-1.

No próximo sábado a Sanjoanense está de regresso a casa para receber o Famalicense, jogo a contar para a 20.ª jornada do campeonato nacional.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here