Boa Hora FC, 26 – AD Sanjoanense, 16

Jogo no Pavilhão Fernando Tavares.

Árbitros: Eurico Nicolau e Ivan Caçador.

Boa Hora FC: Bruno Lima, Daniel neves (7), Rafael Paulo, Alexandre Pereira, Paulo Cândido (1), Nuno Pinto, Diogo Alves, João Reis (1), João Esteves, Victor Talmazan (4), Pedro Pinto (2), Benjamim Leiva, Hugo Freitas (3), Joaquim Nazaré (6), Tomás Rodrigues (1), Daan Garcia (1).

Treinador: Nuno Soares.

AD Sanjoanense: Lucas Santana, Guilherme Novo, Francisco Silva, Pedro Pires (2), Miguel Cortinhas (1), Lourenço Santos (4), Bruno castro, Guilherme Silva, Bruno Pinho (2), David Ferreira, António Devile, Jefferson Bastos (1), Nuno Queirós (1), Vinícios Carvalho (4), Ricardo Pinho, Tiago Rodrigues (1).

Treinador: Nuno Silva.

Ao intervalo: 11-8.

A Sanjoanense não conseguiu reagir à derrota da jornada anterior, frente ao Póvoa, e no último sábado voltou a perder três pontos na deslocação a Lisboa para defrontar o Boa Hora.

Com uma primeira parte equilibrada, entrou melhor a formação local, que não demorou a assumir a liderança no marcador, mas com cerca de 10 minutos de jogo Lourenço Santos, de livre de sete metros, restabelecia a igualdade a duas bolas para, momentos depois, Francisco Silva colocar os alvinegros no comando.

O Boa Hora não tardou a regressar à liderança perante uma Sanjoanense que, na tentativa de reagir, ainda foi mantendo o marcador equilibrado nos momentos seguintes. Mas com o aproximar do intervalo os locais ganharam vantagem e recolheram aos balneários a vencer por três golos (11-8).

Na segunda parte a Sanjoanense teve dificuldades para ultrapassar o bloco defensivo dos locais, que aproveitaram alguns erros na transição para o ataque e um certo desacerto na finalização dos alvinegros para, aos poucos, se distanciarem no marcador. Com a etapa complementar ainda nos momentos iniciais o Boa Hora já liderava com uma vantagem confortável (16-10) fruto de três golos sem resposta em cerca de três minutos.

Com o decorrer da partida os locais, que tiveram no guarda-redes um forte contributo para o avolumar da vantagem, foram cavando um fosso que a três minutos do fim chegou aos 10 golos (25-15), diferença que se manteve até ao final.

Daniel Neves foi o melhor marcador da partida, com sete golos, enquanto do lado alvinegro destacaram-se Lourenço Santos e Vinícios Carvalho, ambos com quatro.

No próximo domingo a Sanjoanense joga com o Avanca os oitavos de final da Taça de Portugal, equipa que volta a defrontar no próximo dia 6 de março para cumprir o jogo de atraso referente à 16.ª jornada do campeonato.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here