Misericórdia “está livre” da Covid 

0
126

Mas garante não baixar a guarda, mantendo as medidas de combate à doença 

O labor já havia noticiado na sua última edição e agora a instituição vem reafirmar em comunicado: “confirma-se o levantamento de restrições pela Autoridade de Saúde – Unidade de Saúde Pública – ACeS Aveiro Norte na totalidade dos seis equipamentos residenciais” da Santa Casa da Misericórdia (SCM) de S. João da Madeira.

58 Trabalhadores já foram testados desde a retoma do rastreio semanal

Entre 1 e 8 de março, a SCM prosseguiu o processo de rastreio semanal coordenado pelo Centro Distrital de Aveiro do Instituto de Segurança Social, tendo sido testados 27 trabalhadores de três casas residenciais. Destes nenhum testou positivo à Covid-19. Esta semana, os testes estendem-se ao Lar de Idosos Drª Leonilda Matos, em Fajões.

Desde a retoma destes rastreios, há 15 dias, já foram realizados, cumulativamente, 58 testes (30 no Lar de Idosos São Manuel, 16 na Casa de Repouso e 12 no Lar Residencial do Pisão).

276 Vacinas administradas até 8 de março

Até 8 de março, já tinham sido vacinados 137 utentes e 139 colaboradores da Misericórdia. Destas 276 vacinas administradas 64 correspondem à 2ª dose.

Até agora, dois equipamentos residenciais, o último dos quais o Lar Residencial do Pisão no passado dia 5, já completaram o processo de vacinação e os outros deverão concluí-lo esta semana. Deste, ficaram excluídos utentes e trabalhadores que contraíram a infeção SARS CoV-2 há menos de 90 dias, além de quatro utentes e sete trabalhadores que se recusaram a tomar a vacina.

Vacinação à parte, as medidas de proteção individual, o distanciamento social e o isolamento profilático mantêm-se. A Santa Casa garante que não baixará a guarda, sobretudo, nos “equipamentos residenciais de pessoas idosas, pela especial vulnerabilidade dos seus utentes. Aliás, ainda não são permitidas visitas externas nem “o livre acesso ao exterior do perímetro da instituição”, como refere a nota de imprensa recebida pelo nosso jornal.

Ainda no texto que enviou ao labor, a SCM agradece “à Autoridade de Saúde – Unidade de Saúde Pública do ACeS Aveiro Norte e à Proteção Civil de S. João da Madeira a disponibilidade que revelaram em reunião do passado dia 5 de março para acompanharem a execução de procedimentos preventivos e profiláticos da infeção na instituição, apoiando a avaliação de processos e a melhoria contínua das operações”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...