AD Sanjoanense, 5 – HC Braga, 2

Jogo no Pavilhão da AD Sanjoanense.

Árbitros: Ricardo Leão (AP Lisboa) e João Duarte (AP Lisboa).

AD Sanjoanense: Tiago Freitas, João Lima, Tiago Almeida, Pedro Cerqueira, Xavier Cardoso.

Suplentes: Marco Lopes, Alex Mount, Pedro Rego, Facundo Navarro, Hugo Santos.

Treinador: Vítor Pereira.

HC Braga: Leonardo Pais, Ângelo Fernandes, Diogo Seixas, Pedro Delgado, Gonçalo Meira.

Suplentes: Gabriel Costa, António Trabulo, Miguel Moura, Guilherme Rodrigues, António Lima.

Treinador: Tó Neves.

Ao intervalo: 1-1.

Cartão azul para Xavier Cardoso (46’).

Marcadores: Gonçalo Meira (4’), Facundo Navarro (17’), João Lima (31’), Hugo Santos (33’), Ângelo Fernandes (35’), Pedro Cerqueira (42’), Tiago Almeida (47’).

Faltas: AD Sanjoanense, 14 | HC Braga, 8.

A Sanjoanense conquistou três pontos importantes com a vitória frente ao HC Braga, equipa que com a derrota em S. João da Madeira acabou ultrapassada na classificação pelo conjunto alvinegro.

Num jogo entre dois adversários diretos, foram os bracarenses que entraram melhor na partida. Mais pressionante, o Braga parecia querer tomar conta do encontro e aos quatro minutos, depois de vários lances de perigo, acaba por chegar à vantagem. Gonçalo Meira, numa jogada confusa junto à baliza de Tiago Freitas, abre o ativo com um golo muito contestado pelos locais, por considerarem que a bola não ultrapassou a linha.

Os alvinegros tentaram reagir à desvantagem, mas foram os visitantes que, procurando explorar algumas lacunas defensivas dos locais, estiveram, por várias vezes, mais perto de dilatar a vantagem, não fosse um Tiago Freitas inspirado para manter a diferença mínima no marcador.

Aos poucos a Sanjoanense foi organizando o jogo e afinando a pontaria e a oito minutos do intervalo restabelece a igualdade por intermédio de Facundo Navarro. O argentino recebe a bola de Xavier Cardoso e no frente a frente com Leonardo Pais leva a melhor sobre o guardião bracarense.

No regresso dos balneários a Sanjoanense entrou com o ritmo com que chegou ao intervalo. Os locais mantiveram a toada ofensiva perante um Braga que não encontrou as mesmas facilidades, procurando, essencialmente, o contra-ataque para criar perigo. Mas o jogo era dominado pelos alvinegros que em pouco mais de dois minutos ganhavam vantagem no resultado. João Lima assinou a cambalhota no marcador e, pouco depois, Hugo Santos ampliava a vantagem para dois golos (3-1), diferença que Ângelo Santos viria a reduzir de livre direto, resultado da décima falta dos alvinegros.

O golo dos bracarenses não alterou o rumo do jogo. A Sanjoanense continuou a ser a equipa dominante e a oito minutos do fim, Pedro Cerqueira, de grande penalidade, fazia o quarto dos locais, enquanto Tiago Almeida, já perto do fim, fixava o resultado final. Pelo meio, Ângelo Fernandes ainda desperdiçou um livre, direto resultado do cartão azul mostrado a Xavier Cardoso.

Com este triunfo a Sanjoanense subiu à nona posição, enquanto o HC Braga caiu para o 11.º lugar.

Depois do confronte de ontem, com a Oliveirense, no próximo sábado os alvinegros têm um jogo extremamente difícil com a deslocação ao recinto do segundo classificado o OC Barcelos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...