AD Sanjoanense, 20 – CF “Os Belenenses”, 24

Jogo no Pavilhão das Travessas.

Árbitros: Rui Almeida e António Oliveira.

AD Sanjoanense: Lucas Santana, Guilherme Novo (1), Francisco Silva (5), Miguel Cortinhas (1), Gonçalo Fernandes, Bruno Castro, Tiago Antunes, Orlando Correia, Guilherme Silva, Bruno Pinho (1), David Ferreira, António Devile, Jefferson Bastos, Nuno Queirós, Vinícios Carvalho (11), Tiago Rodrigues.

Treinador: Nuno Silva.

CF “Os Belenenses”: Miguel Moreira, Christopher Selles, Mauro Silva, Bruno Moreira (2), Tiago Pereira (2), Rui Barreto (2), Carlos Siqueira, Pedro Solha (8), Gonçalo Nogueira (3), Diogo Domingos, Fábio Caculo, Felisberto Landim, Fábio Semedo, Nelson Pina (2), Cláudio Pedroso (5), Tiago Ferro.

Treinador: Luís Monteiro.

Ao intervalo: 8-12.

A Sanjoanense perdeu na receção ao Belenenses e mantém-se na penúltima posição, um lugar incómodo para os alvinegros que lutam pela manutenção no principal campeonato do andebol português.

A precisar de vencer, os homens de Nuno Silva não conseguiram acompanhar a boa entrada da formação do Restelo, que liderou o marcador durante os 60 minutos do encontro. Bem organizados defensivamente e no ataque, os visitantes beneficiaram ainda de algum desacerto na finalização dos alvinegros para ganharem vantagem no marcador, que aos 10 minutos era de quatro golos (1-5).

A Sanjoanense, que neste encontro esteve privada de Lourenço Santos e Ricardo Pinho, procurou reagir e a cinco minutos do intervalo ainda colocou a diferença nos dois golos, mas o Belenenses acabaria por aproveitar alguma passividade dos locais para chegar ao descanso a vencer por 8-12.

No segundo tempo os homens de Luís Monteiro mantiveram o ritmo da primeira parte e com três minutos de jogo e um parcial de 3-0 chegavam à maior vantagem do encontro (8-15).

Apesar de nunca ter conseguido inverter o a marcha do marcador, muito por culpa da excelente exibição do guardião Miguel Moreira, que foi um autêntico muro entre os postes, a Sanjoanense nunca baixou os braços e depois de alguma correções os alvinegros voltaram a aproximar-se no resultado (15-18). Com 11 golos apontados, Panda foi um dos elementos mais importantes dos homens de S. João da Madeira neste encontro, onde os visitantes souberam tirar partido de algum desgaste dos alvinegros nos momentos finais para gerir a vantagem.

Com este resultado a Sanjoanense mantém-se na 15.ª posição, ainda que com um ou dois jogos de atraso relativamente a alguns adversários diretos.

No próximo dia 27 de março aos alvinegros deslocam-se ao recinto do Vitória FC.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...