O projeto de Regulamento Municipal de Habitação Social (RHMS) foi aprovado por maioria com cinco votos favoráveis do PS e duas abstenções da coligação PSD/CDS-PP na última terça-feira em reunião de câmara.
Depois de aprovado em sede de executivo municipal, o primeiro RMHS vai ser submetido a consulta pública por um período de 30 dias. Posto isso, voltará a ser discutido em reunião de câmara e terá de ser ainda aprovado pela Assembleia
Municipal.
Para além de Paulo Barreira, em representação do PSD na Assembleia Municipal (AM), fizeram parte da comissão Rodolfo Andrade e Manuel Luís Almeida, respetivamente, do PS e do CDS-PP, partidos também com assento na AM. Quanto à CDU, não quis participar.
Jorge Sequeira, Clara Reis (presidente da AM), Paula Gaio (presidente do conselho de administração da Habitar S. João), Helena Couto (presidente da junta de freguesia), Bruno Cassoni (representante da Associação de Moradores do Orreiro) e Célia Silva (do Núcleo Executivo da Rede Social de S. João da Madeira) foram os outros elementos do grupo de trabalho.
Para a coligação PSD/CDS-PP, “o grupo de trabalho devia ser mais abrangente” com “membros de outras zonas da cidade”, disse o vereador Paulo Cavaleiro que ficou de enviar propostas de alteração ao documento durante o período de consulta pública. Por sua vez, o presidente da câmara, Jorge Sequeira, justificou que “esta é a única associação de moradores constituída” e que “os contratos são semelhantes em todos os bairros”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...