Ao aproximarem-se as eleições autárquicas, começando-se a definir quem são os candidatos, os gatos Oliva e Sanjo que estão na Câmara decidiram que serão candidatos a um novo mandato.

O nosso jornal apurou que o casal de felinos entende que os destinos da Câmara não podem ficar entregues apenas a um rafeirito alentejano que também por lá anda, nem às duas outras gatas Irene e Paula. Daí a recandidatura. Os gatos entendem que a presença animal no órgão autárquico tem que ser fortalecida, não bastando que o Presidente da Câmara tenha nomeado para o seu gabinete o Timón e o Pumba.

Esta tomada de posição não surpreende na política sanjoanense, atendendo à cada vez maior predominância dos animais na definição das políticas públicas.

Também outras forças animais começam a movimentar-se no sentido de promover candidaturas concorrentes

com os gatos que agora se recandidatam.

No posicionamento e escolha de candidatos, os animais de tiro encontram-se parados atenta a previsibilidade da saída do Cavaleiro. Os periquitos identificam-se com a candidatura da Dra. Susana Lamas, e as tartarugas já se apressaram a manifestar apoio ao Eng.º Jorge Cortez ou à Dra. Fátima Guimarães, dependendo de se saber a quem é que calha esta vez.

Os lacraus e as cobras sentem-se sem qualquer representatividade desde que o Dr. Jorge Lima abandonou a política, e as preguiças têm nostalgia dos tempos do Dr. Luís Ferreira.

Ainda sem candidato estão também as sanguessugas, que aguardam para saber quem será o ganhador e assumi- rem posição.

As moscas, por seu lado, não estão nada preocupadas, pois, como todos sabemos, essas são sempre as mesmas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...