AD Sanjoanense, 30 – Boavista FC, 24

Jogo no Pavilhão das Travessas.

Árbitros: Alberto Alves e Jorge Fernandes.

AD Sanjoanense: Lucas Santana, Guilherme Novo (4), Francisco Silva (1), Pedro Pires (3), Miguel Cortinhas (4), Lourenço Santos (11), Gonçalo Fernandes, Lucas Santana, Bruno Castro, Tiago Antunes (3), Orlando Correia, Guilherme Silva, Bruno Pinho, David Ferreira, João Henriques, Jefferson Bastos, Vinícios Carvalho (4).

Treinador: Nuno Silva.

Boavista FC: Sérgio Morgado, Gonçalo Ferreira (2), Bernardo Ferreira, Rui Oliveira (6), Tiago Ferreira, Luís Fonseca (1), Daniel Paiva, Afonso Cavadas, Dinis Mota, António Aparício (6), Nicolau Almeida, Francisco Lopes (4), Henrique Figueiredo, Miguel Costa (4), Manuel Silva, João Ribeiro (1), Sérgio Morgado.

Treinador: Yuriy Kostetskyy.

Ao intervalo: 10-11.

A Sanjoanense regressou aos triunfos frente ao Boavista, num jogo de atraso referente à 12.ª , Jo Lucas Santana, Bruno Castnfos frente ao Boavista, num jogo de atraso referente Manuel Silva, Jo Lucas Santana, Bruno Castª jornada. Num encontro com duas partes distintas, os primeiros 30 minutos pertenceram ao conjunto visitante, que aproveitou uma má entrada dos homens de Nuno Silva para comandar o resultado. Durante os cinco minutos iniciais a Sanjoanense ainda conseguiu estar por duas vezes na frente no marcador, mas os locais foram esbarrando numa defesa consistente dos axadrezados que, aos poucos, foram ganhando uma vantagem que chegou a ser de quatro golos (5-9 e 6-10).

Os alvinegros reagiram e nos últimos 10 minutos da primeira parte encurtaram a distância e chegaram ao intervalo a perder pela margem mínima (10-11), fruto de um parcial de 3-0.

Na segunda parte entrou em campo uma Sanjoanense completamente diferente. Com pouco mais de 30 segundos de jogo Vinícios Carvalho, mais conhecido como Panda, restabelecia a igualdade, que se manteria durante os próximos cinco minutos, resultado da boa exibição dos guarda-redes, com particular destaque para Lucas Santana. O brasileiro acabaria por desbloquear o marcador e colocar os alvinegros na liderança, perante um Boavista que foi conseguindo manter o resultado equilibrado durante os 10 minutos seguintes. A partir daí os homens de Nuno Silva começaram a ganhar vantagem e entraram para o último quarto de hora a liderar por quatro golos de diferença (20-16), fruto de mais um parcial de 3-0.

Numa fase em que a Sanjoanense controlava a partida, os locais acabariam por ampliar a vantagem, vencendo um adversário direto na luta pela manutenção por seis golos.

Com este resultado os alvinegros mantêm-se na 15.ª posição, enquanto o Boavista ocupa o último lugar. No próximo sábado a Sanjoanense volta a jogar em casa para receber o atual líder do Campeonato Placard Andebol 1, o FC Porto.

Loading Facebook Comments ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here