Obra junto aos campos de ténis do Complexo Desportivo Paulo Pinto arrancou na passada terça-feira 

 

“O estaleiro começou a ser montado ontem [dia 12]. Hoje [a empreitada] já está em execução”. Esta informação, segundo o vice-presidente da câmara, “foi dada à Associação Estamos Juntos [AEJ] uma semana antes da obra iniciar”. Mas, mesmo assim, a AEJ fez uma publicação alertando, uma vez mais, para este “problema de saneamento”.

Aliás, foi a dita publicação que levou Paulo Cavaleiro a trazer o tema à reunião de câmara da passada terça-feira, realizada por videoconferência. De acordo com o vereador da oposição, o atual executivo municipal teve “quatro anos para resolver este assunto”, que a coligação PSD/CDS-PP, se fosse poder, teria resolvido “com as novas piscinas”.

José Nuno Vieira não deu importância à recente notícia da AEJ, preferindo antes falar da “obra que já está em execução”. Adiantou que se trata de “um investimento” de 42 mil euros mais IVA e “com prazo de execução de dois meses”.

Minutos depois, viria o presidente do Município a tocar no assunto, dando nota do trabalho que foi feito até àquele dia em que finalmente a obra estava no terreno. “Foi preciso fazer um projeto, um concurso. Tivemos várias hipóteses de projeto que passavam por terrenos privados. Eu próprio estive envolvido em negociações com privados e depois verificámos que isso era muito complicado. [E por isso] Mudámos o sentido da intervenção para ser mais célere”, relatou o autarca, fazendo ver que “não foram precisos quatro anos” para se pôr fim a “um problema que tem muitos, muitos, muitos, muitos anos”.

Jorge Sequeira prosseguiu, explicando que “a intervenção, curiosamente, não é feita no local”, mas “a montante”. Conforme avançou, a empreitada (a cargo da empresa Águas de S. João) passa pela construção de um novo coletor na Avenida Engº Arantes e Oliveira, em frente ao complexo das piscinas, “que vai, no fundo, desviar as águas que iam para o coletor que está ao lado dos courts de ténis”. Este coletor, em seu entender, “não aguentava, não tinha estrutura para suportar as águas, o saneamento que para ali derivava e, portanto, a solução é desviar o saneamento para outro coletor que já tem diâmetro, dimensão e capacidade” suficientes. O novo coletor de saneamento público tem início na Av. Engº Arantes e Oliveira e abrange a Rua de Ribes.

O edil acrescentou que, concluída esta obra, a autarquia vai ainda “regularizar o pavimento ao lado da caixa de saneamento junto dos courts de ténis”.

 

Ideia de um complexo de ténis nas Travessas mantém-se

Segundo o vice-presidente da câmara, a ideia de um complexo de ténis nas Travessas, que já vinha do anterior executivo municipal, mantém-se. Mas o projeto que a maioria socialista tem em mente concretizar é “mais ambicioso”.

“É um projeto diferente do que estava previsto”, prevendo para esta área “uma obra de requalificação de grande envergadura do Pavilhão das Travessas”, disse José Nuno Vieira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...