Edição deste ano recebeu 159 trabalhos de 182 alunos

No âmbito das comemorações do 25 de Abril, a Assembleia Municipal de S. João da Madeira voltou a promover o concurso que desafia os alunos das escolas a criarem um cartaz relacionado com a revolução. O subtema deste ano foram as lutas e as conquistas da cidade sanjoanense.
A edição deste ano recebeu 159 trabalhos de 182 alunos, do 1º ciclo até ao 12º ano, dos três agrupamentos de escolas – Dr. Serafim Leite, João da Silva Correia e Oliveira Júnior – e do Centro de Educação Integral. As participações podem ser individuais ou em grupos,
daí o número de alunos ser ligeiramente superior ao de trabalhos.
O vencedor do 1º ciclo foi o grupo Cláudio Inocêncio, Letícia Laranjeira e Rodrigo Lopes, sala 2, da Escola Básica de Fundo de Vila, do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite (AESL), cujo cartaz arrecadou o primeiro lugar. O cartaz de Margarida Ribeiro, do 4ºC, conquistou o segundo e o de Martim Leite, do 4ºB, o terceiro lugar. Ambos são da Escola do Espadanal do Agrupamento de Escolas Oliveira Júnior (AEOJ).
No 2º ciclo o primeiro lugar foi atribuído ao cartaz de Mafalda Rocha, do 5º ano, do Centro de Educação Integral (CEI). O segundo ao trabalho de Pedro Martins, do 6º ano, também ele do CEI, e o terceiro ao de Miguel Bastos, do 6º C, do AEOJ.
Já no 3º ciclo o cartaz de Afonso Meireles, do 8ºD, do AESL, mereceu o primeiro lugar; o de Mariana Fernandes, do 8ºE, do Agrupamento de Escolas João da Silva Correia (AEJSC), o segundo; e o de João Batista, do 7ºA, do AESL, o terceiro lugar.
Os vencedores do ensino secundário foram todos da turma do 12ºB do AESL. O cartaz de Beatriz Moreira conquistou o primeiro lugar e os de Sofia Paiva e Margarida Leal o segundo
e terceiro lugares, respetivamente.

“É absolutamente fundamental que se chame atenção da importância desta conquista sob pena de se não o fizermos ficar esquecida”

Desde que o concurso foi criado e lançado neste mandato, “a participação quadruplicou em relação ao primeiro ano em que recebemos à volta de 40 trabalhos. Portanto, todos os anos tem aumentado. Já o ano passado continuou a aumentar. Pensávamos que com a pandemia podia haver menos participação, mas não”, disse Clara Reis ao labor.
“Fico muito satisfeita” com a evolução crescente do concurso porque “é sinal que é uma atividade que é querida pelas escolas, pelos alunos, professores e que estão motivados em participar na mesma”, afirmou a presidente da Assembleia Municipal. Para quem o objetivo fundamental desta ação, que é chamar atenção para a importância da celebração do 25 de Abril, “está a ser cumprido”. “Eu saliento mesmo o facto de o foco estar na luta e na conquista do 25 de Abril nas celebrações numa geração que começa num 1º ciclo até a um 12º ano. É uma geração cujos pais já não viveram o 25 de Abril. Por isso, acho que é absolutamente fundamental que se chame atenção da importância desta conquista sob pena de se não o fizermos ficar esquecida”, complementou Clara Reis ao nosso jornal.
A presidente da Assembleia Municipal evidenciou, tal como nas edições anteriores, “a motivação e o trabalho de excelência das escolas e dos professores porque sem eles, sem dúvida nenhuma que não teríamos o resultado que temos”, deixando bem claro que uma coisa é “lançar a atividade” e outra é “motivar os alunos à participação” e esse é “trabalho das escolas e dos professores”. Por esta razão, “estou muitíssimo grata a essa classe até porque considero que a escola é o motor da mudança”.
Clara Reis também considerou que “o sucesso” do concurso de cartazes, em particular, e das celebrações do 25 de Abril, em geral, se deve à “sintonia que existe na autarquia e nas escolas”. “Há uma sintonia perfeita e juntos estamos a fazer esta celebração. Trabalhamos todos para o mesmo”, assumiu a presidente da Assembleia Municipal.
Acerca da continuidade deste concurso, independentemente de quem vier a liderar os destinos da cidade no próximo mandato, “acho que é muito importante e acho que já fará parte da tradição de S. João da Madeira”, rematou Clara Reis ao labor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...