CH Carvalhos, 3 – AD Sanjoanense, 2

Jogo no Pavilhão do CH Carvalhos.

Árbitro: Manuel Fernandes (AP Porto).

CH Carvalhos: Inês Freitas, Mafalda Silva, Mafalda Monteiro, Teresa Morais, Raquel Santos.

Suplentes: Liliana Pinto, Helena Carreira, Érica Silva, Catarina Barbosa.

Treinador: Óscar Alves.

AD Sanjoanense: Catarina Viola, Ana Rita Couto, Inês Ferreira, Joana Rodrigues, Renata Balonas.

Suplentes: Daniela Pereira, Bárbara Marques, Dora Martins, Sara Fernandes.

Treinador: Jorge Moreira.

Ao intervalo: 2-0.

Cartão azul para Mafalda Monteiro (34’).

Marcadoras: Raquel Santos (14’, 22’, 47’), Ana Rita Couto (34’), Bárbara Marques (37’).

A Sanjoanense somou a terceira derrota consecutiva com a deslocação aos Carvalhos. As alvinegras procuravam regressar aos triunfos frente a um adversário que chegava a este encontro no último lugar da classificação, mas três golos de Raquel Santos acabaram por ser fatais para as atletas de Jorge Moreira, que apesar de marcarem por duas vezes não conseguiram impedir um novo desaire.

O início até foi dividido, ainda que com um ligeiro ascendente das locais, que acabariam por inaugurar o marcador de bola parada.

Se aos nove minutos Catarina Viola fechou bem a baliza negando o golo a Raquel Santos da marca de grande penalidade, pouco depois a guardiã alvinegra não conseguiu evitar que a atleta chegasse ao primeiro novamente na cobrança de um castigo máximo.

O resultado não agradava à Sanjoanense, que tentou chegar à igualdade, mas uma recuperação de bola e saída rápida para o contra-ataque acabaria por ser fatal para as alvinegras a menos de quatro minutos do intervalo. Um remate de Sara Fernandes sobra para Raquel Santos que, com uma transição rápida e apenas com uma adversária pela frente, bate Catarina Viola pela segunda vez, fixando o resultado ao intervalo.

No regresso dos balneários as alvinegras entraram com vontade de recuperar da desvantagem e a insistência das visitantes acabaria recompensada aos 34 minutos, com Ana Rita Couto a converter um livre direto resultado do cartão azul mostrado a Mafalda Monteiro. A Sanjoanense procurou pegar no jogo e não tardou a chegar ao segundo, novamente de bola parada, com as visitantes a beneficiarem de um livre direto a castigar a décima falta das locais. Desta vez Inês Freitas levou a melhor num novo confronto com Ana Rita Couto, mas não conseguiu evitar que na jogada de insistência Bárbara Marques fizesse o segundo da alvinegras.

As atletas de Jorge Moreira pareciam ter encontrado o caminho para a recuperação, mas a três minutos do fim um remate cruzado de Raquel Santos, que momentos antes havia falhado um livre direto, surpreendeu Catarina Viola, que só viu a bola parar no fundo das redes.

Apesar da derrota, a terceira consecutiva, a Sanjoanense mantém-se na terceira posição, mas perdeu a vantagem sobre o Infante Sagres, que soma agora 13 pontos, os mesmos que a equipa alvinegra. E é precisamente contra a formação do Porto que a Sanjoanense joga na próxima jornada, agendada para 2 de maio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...