Leça FC, 2 – AD Sanjoanense, 0

Jogo no Estádio do Leça FC.

Árbitro: Fernando Ferreira, auxiliado por Bernardino Sousa e Pedro Santos (AF Guarda).

Leça FC: Cristiano, Joel Mateus, Vasco Coelho, Materazzi, Tiago Cavadas, Guilherme Morais, Samuel Teles, Nelsinho (Henrique Martins, 90’), João Paulo (João Paulino, 79’), Isaac Cissé (Assane Baldé, 79’), Jardel (José Varela, 69’).

Suplentes: Gustavo Galil, Assane Baldé, Henrique Martins, João Querido, José Varela, Tony Obonogwu, João Paulinho.

Treinador: Domingos Barros.

AD Sanjoanense: Diogo Almeida, Aldair, Rúben, Godinho, Jota, Barbosa, Danso (Paulinho, 68’), Mário Correia (Nonato, 60’), Élder Santana, Márcio, Sam (Tarcísio, 77’).

Suplentes: Rui Mota, Sandro, Paulinho, Tarcísio, Nonato, Eecion, Jean.

Treinador: Sérgio Machado.

Ao intervalo: 0-0.

Cartão amarelo para Materazzi (15’), Guilherme Morais (56’), Aldair (74’), Diogo Almeida (77’), Godinho (85’).

Marcadores: Jardel (65’ gp), José Varela (90’).

A Sanjoanense perdeu na deslocação a Leça, na jornada inaugural da Fase de Acesso à Liga 3. Num jogo dividido, mas sem grandes oportunidades de parte a parte, foi preciso esperar para a segunda metade para o marcador a entrar em funcionamento, com os locais a marcarem de grande penalidade e a fecharem a contagem já nos momentos finais.

Focada em repetir o resultado com que terminou a fase regular, em que venceu a formação do Águeda (1-0), foi uma Sanjoanense organizada que se apresentou em Leça da Palmeira. Atentos, os homens de Sérgio Machado tentavam, logo que possível, anular as movimentações de bola do adversário, que procurava, com transições rápidas, chegar com perigo à baliza de Diogo Almeida. A tática revelava-se eficaz, mas aos 11 minutos Isaac Cisse assustou quando à boca da baliza não conseguiu desviar um cruzamento de Jardel. O avançado do Leça era uma preocupação constante para os alvinegros e praticamente em cima do intervalo voltou a causar calafrios, ao intercetar um passe que permite um contra-ataque isolado pelo corredor esquerdo, mas à saída de Diogo Almeida acaba por atirar às malhas laterais.

A segunda parte não trouxe grandes mudanças ao sentido e ritmo de jogo. Aos 51 minutos Márcio ainda ameaçou com um remate em posição frontal à entrada da área que saiu ao lado, mas pouco depois Samuel Teles fazia melhor e obrigava Diogo Almeida a uma excelente intervenção. O Leça pressionava e momentos depois chegava mesmo à vantagem na conversão de uma grande penalidade, resultante de uma falta de Nonato sobre Isaac Cissé.

Jardel assumiu a responsabilidade e sem tomar balanço colocou a bola junto ao poste esquerdo da baliza de Diogo Almeida, que bem se esticou mas só viu a bola parar no fundo das redes.

A Sanjoanense tentou reagir, mas eram os homens da casa que se revelavam mais eficazes e que mais perto pareciam estar do segundo. E as ameaças acabaram confirmadas aos 90 minutos com Nelsinho, no coração da área, a assistir José Varela, que depois de dominar a bola, remata certeiro e fecha a contagem.

No próximo domingo a Sanjoanense recebe a formação do Gondomar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...