Três anos de governação socialista: cuidar do nosso bem mais precioso – a Água

0
141

A água é um recurso essencial à vida e cada vez mais escasso. Por isso, todos somos convocados a ter maior consciência ambiental e a adaptar o nosso modo de vida à preservação deste bem precioso.
Os municípios têm responsabilidade acrescida nesta matéria por serem responsáveis, direta ou indiretamente, pelos sistemas de drenagem de águas pluviais e residuais. Em S. João da Madeira são antigos e sobejamente conhecidos problemas de abatimentos de piso, de perdas de água e de inundações rápidas em certas zonas. A razão prende-se, sobretudo, com o abandono a que executivos camarários anteriores dotaram as infraestruturas do subsolo, o que deve indignar os sanjoanenses que mensalmente pagam as suas faturas da água que incluem taxas para esse mesmo fim.
Desde 2017 que esta realidade se alterou, com o atual executivo liderado por Jorge Vultos Sequeira a priorizar os investimentos na requalificação e resolução de diversos problemas identificados há vários anos e ainda sem resolução.
Neste momento, está em curso, pela empresa municipal Águas de S. João uma importante intervenção que passa pela construção de um novo coletor de águas residuais, junto ao Complexo Desportivo Paulo Pinto. Esta intervenção vem resolver um problema de sobrecarga do coletor que atravessa aquela zona, nomeadamente, nas imediações
dos Campos de Ténis.
Mas este não é um caso isolado e a empresa municipal está também a modernizar a rede de abastecimento de água. Após trabalhos realizados na zona do Parque de Nossa Senhora dos Milagres, a empreitada avança para a zona de Santo Estevão. Uma obra que representa um investimento de cerca de meio milhão de euros e que permitirá melhorar a eficiência hídrica da rede, através da substituição de condutas, reduzindo perdas em mais de 4500 metros da rede abastecimento de água. No total, é contemplada a remodelação de 132 ramais e a colocação de 24 marcos de incêndio novos em três zonas da cidade.

Em simultâneo, a autarquia está a requalificar uma das muitas minas de água seculares existentes no subsolo de S. João da Madeira e que colapsou devido à falta de manutenção ao longo de muitos anos. A Câmara contratou uma empresa especializada pela elevada complexidade dos trabalhos necessários para a realização desta obra, na rua Alão de Morais.
Estes são apenas os exemplos mais recentes do investimento de dinheiros públicos nesta área. Para além de prementes para a segurança das nossas gentes, estas empreitadas são muito importantes para a promoção de maior sustentabilidade ambiental.
Acresce o facto de serem obras no subsolo, praticamente invisíveis, o que demonstra grande sentido de missão e humildade desta Câmara Municipal, que merece por isto o devido reconhecimento público.

Leonardo Martins

O PS assumiu com os sanjoanenses o compromisso de ter atenção aos pormenores, de resolver problemas que se arrastavam há décadas e de construir uma cidade de e com futuro.
E isso passa, também, por desenvolver medidas concretas para que S. João da Madeira seja mais sustentável e amiga do ambiente. Passados três anos, continuamos a cumprir e estamos agora no rumo certo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...