Depois da pandemia ter impedido que em 2020 S. João da Madeira realizasse o evento “A Cidade Dança”, a iniciativa, lançada pela autarquia sanjoanense em 2019 a propósito do Dia Mundial da Dança (29 de abril), regressou este ano. E ao longo dos dias 29 e 30 de abril o evento apresentou um programa ajustado às restrições, mas mantendo o envolvimento das associações e escolas de dança do concelho como uma das suas marcas.

A bailarina e coreógrafa sanjoanense São Castro, que voltou a ser convidada do município de S. João da Madeira para ser a curadora do evento, sublinha que a edição deste ano foi uma “declaração de resistência”, revelando a “vontade que o público tem em aproximar-se dos artistas e os artistas do seu labor, na sua capacidade de se adaptarem e reorganizarem perante um novo cenário”.

Endereçando “um especial agradecimento a todas as associações locais que desde o primeiro minuto quiseram participar”, a vereadora Rosário Gestosa recorda que “A Cidade Dança” é uma iniciativa que “nasceu de uma necessidade existente de ligar as várias entidades que trabalham a dança na cidade”.

E são várias, como enumera a vereadora, as coletividades que se dedicam a esta área em S. João da Madeira: Academia Bailado Liliana Leite/Associação Cultural Spirit of Art, CDN-Conservatório de Dança do Norte, Ginasiano, Turning Point, Amigos das Danças, CCD – Centro Cultura e Desporto de SJM, Armazém 4, Ecos Urbanos, Clube A4, Movimentarte-Centro Cultura, Desporto e Recreativo de Fundo de Vila e BeDance.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...