AD Sanjoanense, 2 – Gondomar SC, 1

Jogo no Estádio Conde Dias Garcia.

Árbitro: Márcio Torres, auxiliado por Manuel Rocha e Hugo Puga (AF Viana do Castelo).

AD Sanjoanense: Diogo Almeida, Jota, Rúben, Godinho, Aldair, Barbosa (Mário, 59’), Danso, Márcio (Jean, 74’), Tarciso (Zé Leite, 59’), Sam (Paulinho, 74’), Élder Santana.

Suplentes: Rui Mota, Sandro, Jean, Mário, Paulinho, George, Zé Leite.

Treinador: Sérgio Machado.

Gondomar SC: Ricardo Neves, Igor, Kang, Ângelo (Hulk, 73’), João Abreu (Sheriff, 87’), Huguinho, Fábio Borges, Sala (Tiago Gomes, 56’), Zakari (Jorge Monteiro, 73’), Zé Pedro, Xico.

Suplentes: Fábio Santos, Tiago Gomes, Fabinho, Miguel Silva, Hulk, Jorge Monteiro, Sheriff.

Treinador: Américo Soares.

Ao intervalo: 0-1.

Catão amarelo para Fábio Borges (64’ e 80’), Huguinho (66’), Zé Leite (66’), Tiago Gomes (71’), Xico (84’). Cartão vermelho para Zé Pedro (52’), Fábio Borges (80’).

Marcadores: Sala (43’), Élder Santana (71’ e 81’).

Duas grandes penalidades convertidas por Élder Santana acabaram por dar o primeiro triunfo aos alvinegros na Fase de Acesso à Liga 3, num jogo em que apesar da excelente entrada a equipa de Sérgio Machado não conseguiu evitar que ao intervalo o resultado fosse desfavorável (0-1). Na segunda parte os locais inverteram o marcador perante um adversário que terminou a partida reduzido a nove elementos.

Com uma atitude pressionante na fase inicial do encontro, o primeiro sinal de perigo dos alvinegros foi dado logo aos dois minutos na cobrança de um livre de Sam que saiu rente ao poste.

Diante de um Gondomar com dificuldades para sair em progressão, a Sanjoanense dominava o jogo e na frente Élder Santana ia dando trabalho à defesa visitante. Se à passagem do quarto de hora o brasileiro teve duas boas ocasiões, mas os remates esbarraram nos homens de Américo Soares, aos 25 minutos o cabeceamento do avançado saiu desenquadrado com a baliza de Ricardo Neves.

O Gondomar ganhou algum ascendente e aos 26 minutos ensaiava o primeiro remate, mas sem dificuldade para Diogo Almeida, que perto do intervalo não conseguiu evitar o golo dos visitantes. Um pontapé de Huguinho à entrada da área sai fraco e Ângelo tenta o desvio, mas a bola é devolvida pela trave e depois de sofrer um pequeno toque no guardião alvinegro sobra para Sala que, livre de marcação, abriu o ativo.

Ainda nos primeiros minutos da segunda parte o vermelho direto mostrado ao defesa Zé Pedro deixava os visitantes reduzidos a 10 elementos. Se Américo Soares foi quase “forçado” a alterações na equipa para equilibrar o setor mais recuado, já Sérgio Machado lançou dois avançados para intensificar o ataque alvinegro. As entradas de Mário e Zé Leite deram mais dinâmica ao ataque da Sanjoanense, que aos 71 minutos acaba por chegar à igualdade, na sequência de uma grande penalidade convertida por Élder Santana. Dez minutos volvidos o brasileiro desfez a igualdade na cobrança de mais um penálti, resultado de uma falta na área de Fábio Borges, que acabou expulso depois de ver o segundo amarelo.

A superioridade numérica deu mais tranquilidade à Sanjoanense que, numa altura em que já jogava com cinco avançados, com a entrada de Jean, criou uma série de situações de perigo e aos 86 minutos teve mesmo duas boa ocasiões para ampliar a vantagem, mas o marcador não voltaria a sofrer mais alterações.

Com este triunfo a Sanjoanense ascendeu à segunda posição, ficando a apenas um ponto do líder Leça, que empatou (0-0), em casa, com o S. João de Ver, adversário que os alvinegros defrontam no próximo domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...