“Nunca pensei que poderia sequer ganhar, mas a criança (que ainda sou) não podia ter ficado mais orgulhosa”, confessou a jovem estudante 

Os alunos dos 12.º A, B e C do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite participaram no concurso “Contadores de Histórias”, promovido pelo projeto europeu designado “READ ON”, em parceria com o Plano Nacional de Leitura, que levou à produção de uma história original ou o reconto de outras já existentes, usando, para o efeito, recurso digital áudio ou vídeo.

“E, mais uma vez, o talento dos jovens da Serafim Leite e, em particular, o da Sofia Paiva, do 12.º B, para nosso orgulho, fez a diferença. O trabalho da nossa aluna, baseado no conto tradicional da autoria de Hans Christian Andersen, ´A Menina dos Fósforos´, foi, então, distinguido por um júri, constituído por elementos do projeto, do PNL2027, por professores de Multimédia e por outros elementos convidados de reconhecida experiência na área da utilização educativa das TIC, tendo conquistado o único prémio possível neste concurso e na categoria B (16-19 anos)”, deu a conhecer o agrupamento de escolas, através de comunicado, ao labor.

Como “recompensa gratificante e bem merecida”, Sofia Paiva vai receber um cheque-oferta de uma empresa na área da cultura e ou tecnologias, vai ter direito à publicação do seu trabalho no site do projeto e vai vê-lo ser apresentado em festivais literários dos parceiros do “READ ON” e noutros suportes considerados pertinentes pelos promotores do concurso.

“A arte de contar histórias sempre fez parte da minha vida, muito provavelmente, graças a todas as histórias que me eram lidas antes de adormecer e às histórias que ainda me contam sobre o passado e sobre as memórias que lhe pertencem. Quer estejam escritas quer não, são tudo palavras que formam uma narrativa que alimenta a curiosidade”, revelou a jovem estudante do Curso Científico-Humanístico de Artes Visuais.

A participação neste projeto foi “uma perfeita continuação desse lado infantil que continua a crescer comigo. No entanto, participei por ´brincadeira´ e nunca pensei que poderia sequer ganhar, mas a criança (que ainda sou) não podia ter ficado mais orgulhosa”, confessou Sofia Paiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Loading Facebook Comments ...